Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 26/03/2014 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Vídeo: PF detém jovem com maconha na UFSC, e alunos ocupam reitoria

jovem_fumando

Agentes da Polícia Federal detiveram um jovem com maconha na tarde desta terça-feira (24) na Universdidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Florianópolis. Os policiais teriam sido cercados por um grupo de universitários no bosque da instituição, impedindo que o detido fosse levado. A Polícia Militar foi chamada para dar apoio à operação e usou bombas de efeito moral. De acordo com o departamento de segurança da UFSC, outros quatro alunos foram detidos por vandalismo, e um grupo de universitários ainda ocupa o hall da reitoria em protesto durante a noite.

“Tem um grupo grande ainda, mas nem chegamos até lá porque eles revidam”, disse um funcionário que preferiu não se identificar.

Um vídeo publicado no YouTube  mostra cenas de confusão e corre-corre após o uso de bombas de efeito moral pela Polícia Militar. A página UFSC da Depressão, no Facebook, publicou uma montagem de fotos com a biblioteca e o restaurante universitários supostamente fechados por conta da prisão do estudante com maconha.

Na rede social, as opiniões dos estudantes se dividem entre a possível truculência da polícia e o uso indevido de maconha na universidade. “Por causa de um baseado surge PF, MP, Choque… qnd rola estupro, assalto, racismo, homofobia, machismo nem a segurança do campus aparece.. ação truculenta e desnecessária..se querem prender por ter maconha…metade dos alunos iam presos e professores tbm… (sic)”, postou uma aluna.

Outra universitária defendeu posição diferente: “Estou chocada com a reação desses estudantes… Justamente esses que estão na universidade e que deveriam ter discernimento suficiente para não agir desta maneira.. A maconha é CONTRA A LEI!!! É tipo ilegal, difícil entender? Se ela te deixa legal, bobinho, sorridente não interessa. E ainda reclamam que a lei no país não é levada a sério, é dar risada, ou melhor, é de chorar mesmo”.

Deixe seu comentário no Comerj.

Fonte: O Globo

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *