Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 10/08/2015 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

UE anuncia pacote bilionário para conter crise imigratória

miolo-imigração

Plano prevê melhorias no acolhimento aos imigrantes e mais eficiência na gestão das fronteiras. A Europa também quer combater o terrorismo e o tráfico de pessoas no continente

A Comissão Europeia, o órgão executivo da União Europeia (EU) aprovou um pacote que inclui 23 programas sociais com um custo de 2,4 bilhões de euros (quase 10 bilhões de reais) para mitigar os efeitos da crise imigratória na Europa. Os recursos chegarão de maneira “urgente” aos países mais afetados pela chegada em massa de imigrantes, como Grécia e Itália, e para outros Estados-membros que também enfrentam fluxos migratórios, comunicou a Comissão nesta segunda-feira.

A Itália, um dos países mais afetados pela crise, receberá 558,8 milhões de euros (2,1 bilhões de reais) em auxílio até 2020. A Grécia, onde chegaram cerca de 50.000 imigrantes só em julho, número recorde superior ao registrado em todo o ano de 2014, vai receber 474,4 milhões de euros (1,8 bilhão de reais). Já a Espanha receberá um valor de 259,7 milhões de euros (986 milhões de reais). Os fundos correspondem ao período orçamentário 2014-2020 e procedem do Fundo de Asilo, Imigração e Integração (AMIF) e do Fundo de Segurança Interior (FSI) da UE.

O plano prevê melhorias no acolhimento aos imigrantes que já chegaram e mais eficiência na gestão das fronteiras. A UE também quer um esforço maior na cooperação policial entre os países, com trocas de informações regulares para prevenir riscos relacionados com a segurança, tais como o terrorismo e a radicalização, o tráfico de drogas, o crime eletrônico, o tráfico humano e outras formas de crime organizado.

O comissário europeu de Imigração, Interior e Cidadania, Dimitris Avramopoulos, indicou que os Estados-membros encaram atualmente “desafios sem precedentes em matéria de imigração e segurança” e que a UE “está atuando em um espírito de solidariedade” e dando passos para melhorar a gestão da imigração, melhorar a cooperação e lutar contra o crime organizado e o terrorismo.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Veja

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *