Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 20/07/2016 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Turquia vai adotar medidas de emergência para conter tumulto pós-golpe

dtq-turquia3

A Turquia irá anunciar medidas de emergência nesta quarta-feira (20) para tentar dar mais estabilidade ao país e evitar danos à economia, no momento em que expurga milhares de membros das forças de segurança, do Judiciário, do funcionalismo público e das universidades após uma tentativa frustrada de golpe de Estado.

Segundo a agência de notícias ‘Reuters’, cerca de 50 mil policiais, soldados, juízes, servidores públicos e professores foram suspensos ou detidos desde a tentativa de golpe no final de semana, o que aumentou as tensões no país de 80 milhões de habitantes que faz fronteira com a Síria e é um aliado do Ocidente contra o Estado Islâmico.

Acadêmicos foram proibidos de viajar ao exterior nesta quarta-feira, o que uma autoridade turca disse ser uma medida temporária para evitar que supostos mentores do golpe nas universidades fujam. A emissora estatal TRT relatou que 95 acadêmicos foram afastados de seus cargos só na Universidade de Istambul.

Erdogan prometeu extirpar o “vírus” responsável pelo complô de todas as instituições estatais.

As ações do atual presidente preocupam aliados internacionais, pois ele poderia, com essa atitude radical, sufocar toda e qualquer oposição.

Cerca de um terço dos cerca de 360 generais turcos em atividade foram detidos desde o golpe malsucedido, disse um segundo funcionário de alto escalão, sendo que 99 acusados aguardam julgamento e 14 outros estão detidos.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Reuters

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *