Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 27/05/2013 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

TSE permite que prefeito ficha-suja seja substituído por filho

Edson-Moura-1-300x200O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou nesta quinta-feira (23) a validade da manobra do ex-prefeito de Paulínia (SP), Edson Moura (PMDB), que se retirou do processo eleitoral no ano passado às vésperas das eleições e foi substituído por seu filho, Edson Moura Júnior (PMDB), que venceu. A decisão do TSE cria jurisprudência para casos similares no país.

O ex- prefeito Edson Moura, era ficha-suja e teria a candidatura impugnada pelo TSE. Ele também foi condenado duas vezes por improbidade administrativa.

 

Na época, o segundo colocado, José Pavan Junior (PSB) conseguiu recorrer e foi empossado prefeito de Paulínia. A decisão do TSE deve retirar o prefeito do poder, mas Pavan ainda tem a possibilidade de recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Com a situação, prevalece no país o entendimento de que a Lei das Eleições permite a troca de candidato a prefeito na véspera da votação, mesmo que o substituto não seja conhecido pelos eleitores.

 

Pela legislação, os candidatos têm o direito de se retirar das eleições e colocar qualquer outro político (inclusive filhos, maridos e esposas) no lugar.

 

Quando a modificação é realizada com pouca antecedência, não só o novo candidato se livra de um longo período de avaliação pública e da mídia, mas as informações das urnas eletrônicas podem ficar sem atualização. Ou seja, o eleitor vê a foto e o número do candidato que renunciou, mas acaba votando no substituto sem perceber.

 

Os ministros Marco Aurélio Mello, Nancy Andrighi, Laurita Vaz, Dias Toffoli e Carmen Lúcia votaram a favor de Edson Moura Júnior. A ministra Luciana Lóssio votou contra e Henrique Alves se declarou impedido e não participou do julgamento.

 

Fonte: EXAME

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *