Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 29/08/2016 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Trump diz que expulsará imigrantes dos EUA com visto vencido

dtq-donald-trump

O candidato republicano às eleições presidenciais americanas, Donald Trump, anunciou neste sábado (27) novas medidas para diminuir a imigração ilegal. Em mais um anúncio polêmico, caso seja eleito, ele prometeu expulsar os imigrantes com vistos vencidos dos EUA.

Em um discurso em Des Moines, no estado do Iowa, Trump tentou detalhar seu projeto de luta contra a imigração ilegal. O candidato anunciou a instauração de um “sistema de verificação” que asseguraria uma expulsão rápida dos imigrantes depois do vencimento do visto. Esse acompanhamento eletrônico bloquearia automaticamente o acesso a ajudas sociais.

Para ele, a luta contra a imigração clandestina é essencial para diminuir o desemprego. “Toda vez que um cidadão perde um emprego para um imigrante ilegal, seus direitos são desrespeitados”, declarou. Uma de suas prioridades, disse, é expulsar, na chegada à Casa Branca, milhares de clandestinos que “continuam no país apesar de suas atividades criminais”. Ele não especificou como serão tratados os imigrantes ilegais sem passagem pela polícia.

A imigração é um dos principais temas da campanha de Trump, que disputa a Casa Branca com a candidata democrata, Hillary Clinton, em 8 de novembro. Durante a campanha, ele já propôs a construção de um muro na fronteira mexicana e a proibição de vistos para muçulmanos, chocando a comunidade internacional.

De olho na comunidade negra

Trump também tenta conquistar o eleitorado negro, tradicionalmente democrata, prometendo atuar com firmeza contra a violência. Em seu discurso neste sábado, o candidato republicano citou a morte de um parente do jogador da NBA Dwyane Wade, vítima de um tiroteio. Segundo ele, o crime é um exemplo de violência que atinge “especialmente as comunidades negras”. Ele também lamentou a morte de Nykea Aldrige, mãe de quatro crianças, morta sexta-feira em Chicago em um tiroteio. “Vamos lutar por um amanhã melhor”, prometeu.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: RFI

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *