Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 02/12/2013 em Mensagens Pastores | Nenhum comentário

Segredos para mantermos relacionamentos saudáveis

O ex-presidente da General Eletric escreveu algo que nos faz refletir sobre relacionamentos: “Temos de desfazer um conceito secular e convencer nossos gerentes de que seu papel não é controlar as pessoas e ficar por cima, e sim orientar, educar, energizar e estimular”.

Como seres humanos, feitos à imagem e semelhança de Deus, fomos criados para mantermos relacionamentos saudáveis com o Senhor, conosco e com todos os nossos semelhantes. E isso em qualquer lugar onde colocarmos a planta de nossos pés, pois Jesus nos deu esta ordenança no Sermão do Monte: Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus (Mt 5.9).

Durante seu ministério terreno, Jesus nos deixou muitos ensinamentos. Quando Ele falou sobre a bem-aventurança de ser um pacificador, em outras palavras, destacou que os filhos de Deus devem ser solucionadores de conflitos em todas as áreas: espiritual, conjugal, com os filhos ou profissional.

Fomos criados por Deus para sermos “seres de ajuda”. Foi este o exemplo que o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo nos deu enquanto viveu neste mundo como homem. Sempre que Ele encontrava pessoas necessitadas, procurava ajudá-las. Foi assim com o cego de Jericó, a mulher samaritana, Maria Madalena, os leprosos, a mulher cananeia, o publicano Zaqueu, a mulher do fluxo de sangue, os discípulos e muitas outras pessoas.

Jesus é o nosso maior e melhor exemplo de vida para que tenhamos relacionamentos saudáveis. Ele veio sinalizar-nos que Deus nos criou para ajudarmos uns aos outros.

Esta é a cultura da dádiva (doar, ofertar, presentear) — algo que o Altíssimo exerceu muito bem, como vemos em João 3.16: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Que linda e importante expressão de doação! O Criador deu o que tinha de melhor e mais precioso em prol do outro, da humanidade como um todo. Que linda expressão de amor e compaixão pelo ser humano! Como participantes do Reino dos céus aqui na terra, devemos cultivar o hábito de doar! Afinal, todos nós necessitamos sentir-nos reconhecidos, amados, aceitos, valorizados, prestigiados e úteis para podermos viver bem.

Entretanto, para que isto aconteça, precisamos estar dispostos a ajudar uns aos outros. Basta termos a humildade para ver com clareza de que tipo de auxílio estamos necessitando ou que podemos oferecer ao próximo. Quando nos conectamos aos outros, conseguimos enxergar-nos como parte de um todo e, assim, participar de uma rede de trocas nas áreas espiritual, emocional, física e material.

É possível que nesta rede de trocas haja momentos agradáveis, e outros não tão agradáveis. Mas o fato é que, independente disso, as oportunidades sempre nos farão evoluir e melhorar a cada dia. Este amadurecimento é vital para fazermos a diferença nesta terra, pois nos ajuda a proporcionar boas experiências para nós mesmos e para aqueles com quem convivemos.

Sendo assim, busquemos ter respeito ao próximo e valorizar os relacionamentos. Utilizemos sempre estas palavras “mágicas”, essenciais para um convívio saudável: com licença, desculpe-me, por favor, obrigado, amo você, volte sempre, disponha, a paz do Senhor.

Um grande abraço!

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *