Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 18/08/2014 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Mulher relata momentos de pânico durante invasão a igreja em Ipanema

luiza

No domingo (17) a gerente de vendas, Luiza Schneider, de 60 anos, estava na Igreja Nossa Senhora da Paz quando um assaltante em fuga entrou na igreja. Carlos Alberto de Souza Júnior havia assaltado uma farmácia com um comparsa, tentou roubar um táxi e acabou entrando na igreja para tentar fugir da polícia.

“Foi entre 16h30m e 16h45m. Como em todos os domingos, a missa estava lotada. De repente, ele entrou correndo em direção ao altar, pelo corredor do meio. Pensei que ele ia abordar o padre para pedir algo. Eu estava no meio da igreja mais ou menos e não percebi o que estava acontecendo. O padre já tinha lido o evangelho, estava numa parte tranquila da missa, todos estavam sentados. De repente, alguém gritou, que ele estava armado”, relatou ela

Luiza afirmou ainda que, nesse momento, começou uma grande correria, pois os fiéis perceberam que o assaltante pegou um homem como refém, o ministro da eucaristia Eduardo Amaral, de 33 anos.:

“As pessoas tentavam sair da igreja ou ir para a sacristia e deixaram as bolsas nos bancos. Havia muitos idosos e cadeirantes, que tiveram dificuldade nessa hora. Todos estavam muito nervosos”.

Ainda de acordo com ela, só foi possível entender o que estava acontecendo do lado de fora da igreja:

“Fiquei muito tempo lá e pude conversar com as pessoas. Vi a polícia chegar e também a mulher do rapaz que estava sendo mantido refém, ela estava passando muito mal”.

Após quase três horas de negociações com a polícia, Carlos Alberto, que tem problemas mentais, se entregou.

Deixe seu comentário no Comerj.

Fonte: Extra

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *