Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 15/07/2013 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Mulher morre ao atender iPhone que estava recarregando

celularA Apple está investigando um acidente em que uma mulher chinesa foi morta por um choque elétrico ao atender uma chamada em seu iPhone 5 enquanto o aparelho estava sendo carregado, afirmou a empresa americana de tecnologia nesta segunda-feira (15)

Na quinta-feira passada, Ma Ailun, mulher de 23 anos de idade da região ocidental de Xinjiang e aeromoça da China Southern Airlines, foi eletrocutada quando atendeu o celular que estava sendo carregado, afirmou a agência oficial de notícias Xinhua no domingo, citando a polícia.

“Ficamos profundamente entristecidos ao saber desse trágico incidente e oferecemos nossas condolências à família Ma. Nós vamos investigar a fundo e cooperar com as autoridades neste assunto”, disse a Apple em um e-mail.

A Apple não quis comentar detalhes, como se era um fato isolado ou não.

A irmã de Ma tweetou no microblog Sina dizendo que Ma havia desmaiado e morrido depois de usar seu iPhone 5 que estava sendo carregado, incentivando os usuários a ter cuidado em uma mensagem que se tornou viral no site.

Em abril, a Apple pediu desculpas aos consumidores chineses e alterou políticas de garantia do iPhone no seu segundo maior mercado depois de o serviço de pós-venda ter sofrido críticas por mais de duas semanas pela mídia estatal.

Ma planejava se casar em agosto. O telefone e seus acessórios foram entregues às autoridades chinesas para averiguações. Ma havia comprado o aparelho em dezembro em uma loja oficial da Apple e usava os acessórios originais do smartphone quando aconteceu o acidente.

Celulares funcionam com baixa voltagem — entre 3 e 5 volts — muito menos que os 36 volts que são o limite mínimo para que uma pessoa sinta um choque. Especialistas acreditam, porém, que o problema se deu no carregador, talvez um fio rompido, que poderia causar um choque de 220 volts.

Fonte: O Globo

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *