Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 23/08/2013 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Mais de 350 mil crianças são submetidas a trabalho infantil no Equador

trabalho-infantil

A primeira pesquisa sobre o trabalho infantil no Equador, feita ano passado, informa que 359 mil crianças são submetidas a alguma atividade remunerada. Elas somam 8,5% das 4,2 milhões de crianças e adolescentes com idade entre 5 e 17 anos. Segundo o diretor do Instituto Nacional de Estatísticas e Censos, José Rosero, o índice é inferior ao de outros países da região, como Paraguai, Peru, Bolívia e Colômbia.

A pesquisa indica que 62,8% das crianças que trabalham são meninos e o restante, 37,2%, meninas. A média nacional de horas trabalhadas por crianças é 40 horas semanais e o salário médio é 100 dólares.

Na apresentação do relatório, o ministro de Relações Laborais, Francisco Vacas, disse que a luta para erradicar o trabalho infantil é prioridade do governo, que faz anualmente 25 mil operações de combate à exploração infantil.

Uma das metas do governo é eliminar o trabalho em lixões e erradicar todas as formas de trabalho infantil até 2020. A pesquisa foi realizada em 31.867 lares com crianças e adolescentes na faixa etária de 5 a 17 anos.

*Com informações da Agência Brasil

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *