Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 18/07/2013 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Mais de 300 árvores nativas são cortadas por causa de evento católico

O-globo_Hudson-Pontes

Após denúncia, fiscais do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), do Rio de Janeiro, flagraram, no começo desta semana, o desmatamento de um terreno da Paróquia de São Sebastião de Itaipu, na Região Oceânica de Niterói. No total, foram removidas 334 árvores nativas da Mata Atlântica.

O objetivo era abrir espaço para celebrar uma missa campal durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), evento que reunirá milhares de jovens entre os dias 23 e 28 de julho no Rio de Janeiro, sob o lema “Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt 28, 19) – o que torna o fato ainda mais contraditório. A paróquia se prepara para receber 800 peregrinos.

De acordo com O Globo, o vice-prefeito de Niterói, Axel Grael, negou que a prefeitura tenha dado autorização para o corte do terreno, que fica às margens do Parque Estadual da Serra da Tiririca, uma unidade de conservação estadual. Grael também disse que o episódio é “lamentável” e que um evento destinado à juventude deveria ter caráter educativo e, portanto, compromisso com o meio ambiente e com o futuro.Segundo o secretário de Meio Ambiente de Niterói, Daniel Marques, os responsáveis foram multados e terão de fazer medidas compensatórias.

Fonte: Super Interessante

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *