Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 01/07/2013 em Brasil e Mundo, Destaques, Notícias | Nenhum comentário

Lula descarta candidatura à presidência em 2014

lula280210abcO ex-presidente Lula negou que vá se candidatar novamente à Presidência da República, em 2014. Em entrevista ao jornal “Valor Econômico” nesta segunda-feira (01), Lula foi questionado sobre sua volta ao cargo.

“Não”, limitou-se a responder o ex-presidente.

Nas últimas semanas, uma série de protestos tomou conta do país com críticas ao atual governo e setores do PT defendem a candidatura de Lula. O ex-presidente, entretanto, afirmou que Dilma é a mais importante candidata do partido.

“A Dilma é a mais importante candidata que nós temos, a melhor. Não tem ninguém igual a ela para ser candidata à Presidência da República. Portanto ela será a minha candidata” afirmou ele.

Lula também minimizou os resultados das pesquisas que apontam queda de cerca de 27 pontos percentuais na satisfação dos brasileiros em relação ao governo Dilma .

“Não me preocupa. Se tem um cidadão que já subiu e desceu em pesquisa fui eu. Em 1989 teve um dia no mês de junho que eu queria desistir de ser candidato porque eu tinha caído tanto que ia sair devendo para o Ibope (risos). Então eu cheguei a pensar em desistir porque não tem como eu pagar voto. Só tenho o meu. E depois com tantos figurões disputando a eleição fui eu que fui para o segundo turno”.

Para o ex-presidente, Dilma não demorou a agir e tem tido um “comportamento importante”:

“Na medida em que as pessoas vão evoluindo vão querendo mais. Eu acho importante. Eu acho que se as pessoas questionam custo da Copa as pessoas que organizaram, que contrataram tem que mostrar. Não tem nenhum problema fazer esse debate com a sociedade. E é fazendo o debate que você separa o joio do trigo. Quem quer realmente debater, está interessado em fazer coisa séria e aquilo que é justo. Nesse aspecto Dilma tem tido um comportamento importante. De entender o movimento, tentar dialogar com o movimento e construir as propostas possíveis. Se a gente tiver qualquer preocupação com o exercício da democracia é muito ruim”.

Lula também evitou comentar sobre a proposta de plebiscito para a realização de uma reforma politica, e disse afirmou que é natural que Dilma converse com ex-presidentes:

“Nós temos o direito de conversar com quem bem entenda. Eu até agora não ouvir dizer que Dilma conversou com Fernando Henrique Cardoso. Ouvi setores da imprensa dizendo que ela conversou, o que ela não confirmou em nenhum momento. Mas conversar com FHC, com Sarney, com Collor, com Lula, é a coisa mais natural que um presidente tem que fazer. É conversar com as pessoas” disse o ex- presidente.

Fonte: O GLOBO

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *