Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 18/12/2017 em Gospel, Notícias | Nenhum comentário

Indonésia: Cristão é preso por compartilhar sua fé

Um líder da igreja Indonésia, Abraham Ben Moses, de 52 anos, foi acusado de blasfêmia e pode passar cinco anos na prisão. Ele foi preso em casa na semana passada na cidade de Tangerang, em Java. Moses aperece em um vídeo postado em uma rede social, onde compartilha sobre a fé cristã com um taxista.

De acordo como a agência de notícias UCAN, o líder cristão fala sobre casamento no Alcorão e diz que a vida do profeta Maomé era inconsistente com seus ensinamentos. Ele também pergunta ao motorista se ele queria se converter ao cristianismo.

Esse é o primeiro caso de prisão por blasfêmia na Indonésia e foi aberto depois de uma denúncia da ‘Muhammadiyah’ a segunda maior organização islâmica do país.

Cristãos na Indonésia

De um total de 350 famílias em Tangerang, cerca de vinte não são muçulmanas, os líderes dessa comunidade querem que eles realizem seus cultos apenas dentro de casa e que sejam proibidos de convidar muçulmanos. Também querem exigir uma permissão com três dias de antecedência para liberar o uso de alto-falantes nos cultos. O delegado respondeu ao pedido dos líderes comunitários dizendo que “as atividades dos não-muçulmanos são legais desde que sejam feitas dentro das regras” e que garantiriam a segurança de todos os residentes.

Em uma mensagem conjunta, líderes católicos e protestantes expressaram preocupação com a unidade da Indonésia como nação, que corre o risco de ser quebrada. Em seu discurso no Dia dos Direitos Humanos, o presidente Joko Widodo reconheceu que ainda tem que cumprir sua promessa de melhorar os direitos humanos no país. A Indonésia ocupa a 46ª posição na atual Lista Mundial da Perseguição.

Pedidos de oração: Ore para que nossos irmãos indonésio permaneçam firmes diante da perseguição. Ore também por sabedoria, graça e força para o irmão Abraham Ben Moses.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Portas Abertas

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *