Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 25/07/2016 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Inabitável: Austrália proíbe seus atletas de se instalarem na Vila Olímpica

dtq-Vila-olímpica

A abertura da Vila aconteceu neste domingo (24), em meio a muita crítica. Australianos reclamam de instalação inacabada, fiação exposta e goteira

O comitê olímpico da Austrália determinou que nenhum atleta do país entrasse neste domingo (24) na Vila Olímpica. Os australianos protestam contra o que chamam de uma Vila suja, inacabada, com fiação exposta, água pingando do teto. O prédio reservado aos australianos, já com faixas com o nome do país, segue vazio.

Na cerimônia de abertura da Vila, todas as perguntas de repórteres e correspondentes estrangeiros foram sobre as más condições das instalações.

“É natural que se tenha algum tipo de ajuste a fazer, mas nós vamos fazer os australianos se sentirem em casa aqui. Tô quase colocando um canguru aqui na frente, para pular na frente deles aqui”, declarou o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

A Vila Olímpica tem 31 prédios de 17 andares. São 3.600 apartamentos para 15 mil atletas, de 206 nacionalidades.

“Quando começa a funcionar tudo o que tem dentro dos apartamentos, aparecem problemas”, declarou Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Rio / 2016.

Na rua, em frente à Vila, a chefe da delegação australiana reuniu jornalistas para explicar a decisão de impedir a entrada dos atletas. Disse que é a quinta Olimpíada dela e que nunca viu tantos problemas a tão poucos dias dos Jogos. Informou ainda que está acomodando a delegação em hotéis, por enquanto, e que vai acompanhar dia a dia as condições dos apartamentos na Vila. “Temos esperança de que tudo vá se resolver, para que tenhamos uma experiência olímpica positiva. É o que todos queremos”, disse ela.

Mais de 500 bombeiros e eletricistas foram contratados pelo comitê organizador, para minimizar os problemas, que não são exclusividade dos prédios dos australianos. Vários edifícios como o da Austrália já exibem nomes e bandeiras dos países.

Apesar do constrangimento, de repercussão mundial, uma Vila Olímpica é sempre um espaço de grande simbolismo para os atletas, ambiente de convívio e confraternização. Com graça e alegria, 30 bailarinos brasileiros se esforçaram para receber bem as delegações, apesar de tudo.

A prefeita da Vila, a medalhista olímpica Janeth Arcain, ex-jogadora de basquete, disse que a situação deverá ser solucionada em até 48 horas.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: G1

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *