Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 08/04/2013 em Brasil e Mundo, Destaques, Notícias | Nenhum comentário

Governo libera R$ 12 milhões para tratar viciados em tabaco

tabagismoO ministro da Saúde, Alexandre Padilha, assinou neste domingo (7) uma portaria que disponibiliza recursos para que até 30 mil Unidades Básicas de Saúde (UBSs) passem a oferecer tratamento contra o vício em tabaco. Atualmente, 3 mil unidades oferecem o serviço, que inclui apoio psicológico, medicamentos, atendimentos educativos e terapêuticos.

O investimento do ministério para a ampliação do tratamento será R$ 12 milhões, em 2013, e poderá alcançar até R$ 60 milhões, dependendo da quantidade de cidades que optem para que as UBSs ofereçam o tratamento contra o vício. Todas as unidades que participam do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade (Pmaq) poderão passar a oferecer o serviço.

Segundo o ministério, até o momento, cerca de 5 mil municípios manifestaram interesse em ter o tratamento. Os gestores municipais devem inscrever a cidade interessada em receber o programa, durante o mês de abril.

Em 2012, 175 mil pessoas foram atendidas em unidades básicas que oferecem o tratamento, em 1.159 municípios. Desde o início do programa, em 2005, 304 mil pessoas deixaram de fumar. A meta do ministério é reduzir a quantidade de fumantes, que hoje é de 15% da população, para 9% até 2022.

O ministro destacou que a atividade física tem papel fundamental em quem quer deixar de fumar. “A atividade física é decisiva para quem quer parar de fumar. Primeiro porque a pessoa faz uma atividade e isso faz com que ela se afaste do vício. Além disso, a atividade física exige maior capacidade respiratória e esse é um estímulo para que a pessoa pare de fumar. Combinar atividade física para parar de fumar é fundamental a uma saúde boa”, disse o ministro no Parque Ibirapuera, onde assinou a portaria no fim da manhã.

Antes, Padilha participou da 12ª Caminhada Agita Mundo, que partiu da Avenida Paulista e foi até o Parque Ibirapuera. O evento foi promovido para conscientizar a população sobre os riscos do sedentarismo e estimular a prática de atividades físicas. O movimento acontece simultaneamente em diversos países das Américas, Europa e África, e em pelos menos 36 cidades paulistas.

Deixe o seu comentário.

* Com informações da Agência Brasil

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *