Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Gospel

Cristão indonésio enfrenta perigos para levar o evangelho aos hindus

em 13:33 em Gospel, Notícias | Nenhum comentário

Cristão indonésio enfrenta perigos para levar o evangelho aos hindus

Elia* é um cristão indonésio, de 70 anos, que dirige uma igreja doméstica em uma das aldeias do país. Trabalhando como vendedor de sabão, ele aproveitava qualquer oportunidade para falar de Jesus. Foi dessa maneira que nasceu uma pequena igreja, por meio de pregações individuais aos aldeões. Elia prega a salvação aos hindus há mais de três décadas e já enfrentou muitas situações difíceis. Ele conta que, certa vez, alguns hindus usaram “magia negra” para tentar impedir o crescimento de seu ministério naquela região.

Um dia, durante uma de suas viagens, ele parou para tomar um café e, ao final, percebeu que havia uma larva no fundo da xícara. Uma semana depois, ele parou no mesmo lugar e os aldeões se aproximaram dizendo que ele era “um homem com grandes poderes” e admitiram que o café que ele tomou na semana anterior estava “encantado e envenenado” e que eles tinham a intenção de matá-lo. “Depois disso, me tornei ainda mais ousado e apaixonado para pregar o evangelho aos hindus daquele lugar”, compartilhou.

“A passagem que está em Mateus 11.28 se encaixa perfeitamente aos hindus. Eles realmente parecem cansados e sobrecarregados após tantos rituais aos seus deuses, em busca de salvação. É meu sonho ver cada um deles se tornando um adorador do Deus verdadeiro”, afirmou.

Elia e todos os fiéis já foram convocados diversas vezes, pelo governo, por causa das atividades evangelísticas e até foram pressionados a fechar a igreja onde atuam. “Mas Deus sempre nos dá sabedoria e nos protege. Por isso que eu digo que quando Deus abre as portas, ninguém pode fechá-las”, disse Elia.

Atualmente, há mais de 20 igrejas estabelecidas entre várias aldeias que ficam nas montanhas da Indonésia, cada uma composta por cerca de 10 a 50 membros. As sementes que Elia lançou, brotou e deu frutos na nação que ocupa a 46ª posição na atual Lista Mundial da Perseguição. Ore pelos nossos irmãos indonésios.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Portas Abertas

Vídeo e fotos: Confira a abertura do 21º ‘Fogo para o Brasil’

em 13:57 em Destaques, Gospel, Notícias | Nenhum comentário

Vídeo e fotos: Confira a abertura do 21º ‘Fogo para o Brasil’

Pr. Silas Malafaia, presidente da Avec e organizador do evento, foi o preletor da noite

Pr. Silas Malafaia, presidente da Advec e organizador do evento, foi o preletor da noite

A 21ª edição do Fogo para o Brasil teve início nesta terça-feira (11) em São Paulo. O templo da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, na capital paulista, ficou lotado na primeira noite do evento, que já começou em clima de adoração a Deus, com louvores sob o comando dos cantores da Central Gospel Music, Nani Azevedo, Eyshila, Rachel Malafaia, Raquel Mello, Jozyanne e Danielle Cristina.

Serão quatro dias de celebração, comunhão e ensino da Palavra. A mensagem de abertura foi ministrada pelo pastor Silas Malafaia, presidente da Associação Vitória em Cristo, organizadora do evento. O pastor ministrou sobre o tema “Conselhos para você fazer a diferença e mudar os seus mundos”, baseada em Provérbios 12.15: “Se você colocar esses conselhos em prática, com certeza, você terá uma trajetória de bênçãos em todas as áreas da sua vida”, disse o pastor para a congregação.

A programação continuará nesta quarta-feira (12), a partir das 17h30. Ainda vão ministrar mensagens os pastores Claudio Duarte, Josué Brandão, Jackson Antonio, Eduardo Gonçalves e a missionária Camila Barros.

O Fogo para o Brasil foi o primeiro evento organizado pela Associação Vitória em Cristo. Criado em 1997, o congresso, que enfatiza a edificação da fé, já impactou a vida espiritual de milhares de cristãos, passando pelas cidades de Águas de Lindoia (SP), Foz do Iguaçu (PR), Balneário Camboriú (SC), Brasília (DF), Serra Negra (SP), Recife (PE) e Rio de Janeiro (RJ).

A ADVEC São Paulo fica na Avenida Henry Ford, 1708, em frente ao Mooca Plaza Shopping.

Confira abaixo alguns momentos do evento e deixe o seu comentário no Comerj

Fonte: Avec e Lukas Morais (fotos)

Imagem: Lukas Morais

Imagem: Lukas Morais

Imagem: Lukas Morais

Imagem: Lukas Morais

Imagem: Lukas Morais

Imagem: Lukas Morais

Imagem: Lukas Morais

Marcha para Jesus em SP leva milhares de pessoas as ruas no feriado

em 17:08 em Gospel, Notícias | Nenhum comentário

Marcha para Jesus em SP leva milhares de pessoas as ruas no feriado

Evento reuniu mais de 2 milhões de pessoas na Zona Norte de São Pulo, segundo matéria do ‘G1′

Apesar da baixa temperatura o público ficou até o final, participando ativamente do evento

Liderado pela Igreja Renascer em Cristo, a 25º edição da Marcha para Jesus aconteceu nesta quinta-feira (15), feriado, percorrendo as principais ruas da capital paulista. Os participantes marcharam do centro à Zona Norte da cidade. O evento contou com oito trios elétricos e com a presença de cerca de 2 milhões de pessoas, noticiou o portal ‘G1′.

Diversos shows de cantores e cantoras do segmento gospel estavam previstos. Entre eles estão: Marcelo Aguiar, Eli Soares, Ton Carfi, Gabriela Rocha, Milena e Xuxu, Bruna Karla, Damares, Magno Malta e Lauriete, Paula Falcão, Pedras Vivas, Ludmila Faber, Renascer Praise, Ao Cubo, Banda DOPA e Thalles Roberto.

A concentração inicial foi na Estação Luz do Metrô, de onde os participantes saíram pouco depois das 10h. Eles seguiram pelas avenidas Tiradentes e Santos Dumont em direção à Praça Heróis da FEB, próximo ao Campo de Marte, na Zona Norte.

Segundo matéria do ‘Agora São Paulo’, as lideranças do evento pediram o combate à corrupção. “Nós oramos contra a corrupção e a prostituição baseados em um princípio bíblico que fala que, quando oramos e clamamos, Deus muda situações”, disse o apóstolo Estevam Hernandes, líder da Igreja Renascer em Cristo e idealizador da Marcha, logo na abertura do evento.

O sol e a longa caminhada de 3,5 km afetaram a saúde de alguns participantes. Segundo a organização do evento, cerca de 90 pessoas precisaram de atendimento, mas foram prontamente atendidas pelo Copro de Bombeiros, divulgou o ‘G1′.

A Marcha desse ano também contou com transmissão ao vivo, além de ter sido noticiada ao longo de todo o dia nos principais telejornais do país, como o Jornal Nacional da TV Globo.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: G1 e Agora São Paulo

Jacarta: Governador cristão pega 2 anos de prisão por blasfêmia ao Islã

em 14:26 em Gospel, Notícias | Nenhum comentário

Jacarta: Governador cristão pega 2 anos de prisão por blasfêmia ao Islã

Basuki Tjahaja Purnama foi levado ao tribunal no ano passado, acusado de insultar o Islã durante a campanha de reeleição

O juiz que presidiu o processo, Dwiarso Budi Santiarto, informou ao tribunal que Basuki Tjahaja Purnama é “culpado de blasfêmia” e o sentenciou a “dois anos de prisão”, com detenção imediata.

Purnama, mais conhecido como Ahok, informou que vai recorrer.

Diante do tribunal, um grupo de partidários de uma interpretação mais rigorosa do Islã comemorou a condenação aos gritos de “Alá é grande”.

Ahok, o primeiro governador não muçulmano de Jacarta em meio século e o primeiro procedente da minoria chinesa, foi levado aos tribunais no ano passado, acusado de insultar o Islã durante a campanha de reeleição.

Conhecido por sua sinceridade, Ahok qualificou em setembro de equivocada a interpretação de alguns ulemás de um versículo do Alcorão que afirma que um muçulmano só pode eleger um dirigente de sua religião.

As declarações de Ahok provocaram uma onda de protestos em um país onde 90% da população é islâmica.

O processo também minou sua popularidade, forjada graças à luta contra a corrupção e às reformas que realizou na caótica cidade de Jacarta.

Em abril, perdeu as eleições para o muçulmano Anies Baswedan, ex-ministro da Educação.

Estado Islâmico pode repetir guerra bíblica com Israel

em 15:14 em Gospel, Notícias | Nenhum comentário

Estado Islâmico pode repetir guerra bíblica com Israel

“O que aconteceu milhares de anos atrás está simplesmente se repetindo os dias de hoje, como uma continuação do que historicamente já aconteceu naquele lugar”, aponta um analista

Alguns analistas militares acreditam que a guerra declarada pelos terroristas do Estado Islâmico (EI), em especial os seus ataques no Egito, é uma reprodução do confronto entre Israel e os amalequitas descrito na Bíblia, em Êxodo 17. A matéria foi publicada pelo site ‘Gospel Prime’.

“Em Êxodo lemos sobre a grande batalha entre Amaleque, um inimigo do povo judeu, e os israelitas, que ocorreu em um local chamado Refidim, no deserto egípcio”, afirma o ‘Breaking Israel News’. O local fica próximo ao monte Sinai, onde atualmente há posições dos terroristas.

“Milhares de anos mais tarde, uma nova batalha contra os inimigos de Israel está prestes a ocorrer no mesmo lugar: a base aérea egípcia, em Bir Gafgafa, localizada exatamente no mesmo local bíblico de Refidim, na Península do Sinai”, diz o texto, baseado nas informações de Giora Shamis, editor do site israelense de inteligência militar Debka Files.

Ele destaca ainda que, neste assunto, o Egito atua como um aliado de Israel na batalha contra o EI.

Os cristãos coptas sofreram muito após uma série de ataques violentos realizados pelo Estado Islâmico, que vem atuando no Egito nos últimos tempos. Ocorreram dois atentados uma semana antes da Páscoa nas cidades de Alexandria e Tanta, que deixaram cerca de 50 cristãos mortos.

O analista militar lembra que a Bíblia serve como um registro confiável sobre a guerra que o EI está provocando nos dias de hoje.

“Não sou uma pessoa religiosa, mas a correlação entre o Estado Islâmico e os amalequitas é clara e deveria ser levada em conta quando olhamos para os acontecimentos modernos”, disse Shamis.

“O que aconteceu milhares de anos atrás está simplesmente se repetindo os dias de hoje, como uma continuação do que historicamente já aconteceu naquele lugar”, aponta.

Shai Ben Tekoa, um conhecido apresentador de TV em Israel também acredita que o Estado Islâmico é uma “encarnação” dos amalequitas, que na Bíblia são mostrados como inimigos do povo judeu.

“Como Amaleque, eles dão demonstrações gratuitas de crueldade”, avalia Ben Tekoa, referindo-se às práticas dos extremistas como decapitações, estupros em massa, escravidão e tortura realizados contra cristãos e outras minorias religiosas do Oriente Médio.

“A Bíblia é verdadeira e seu aspecto atemporal é a melhor fonte de conhecimento para entendermos o mundo de hoje”, acrescentou.

Alguns líderes conhecidos, como o pastor norte-americano Greg Laurie também destacam que o Estado Islâmico é parte da profecia bíblica. Ele já havia dito em 2014 – numa mensagem que enfocava o papel do Estado Islâmico nas profecias bíblicas – que os Evangelhos mostram como, nos últimos dias, os conflitos mundiais iriam se multiplicar.

“Há uma cadeia de eventos que vão começar a ocorrer em rápida sucessão. Inicia com o surgimento do anticristo e termina com a batalha do Armagedom e o retorno de Jesus Cristo”, disse Laurie, colocando o Estado Islâmico e outros grupos terroristas como parte dessa cadeia de eventos.

Já o doutor Charles Dyer e o pastor Mark Tobey, autores do livro “A Crise do Estado Islâmico”, argumentam que, embora o grupo terrorista não seja mencionado diretamente na profecia bíblica, faz parte de outros fatores que preparam o caminho para o final dos tempos.

“O Estado Islâmico pode até deixar de existir, mas posteriormente uma coalizão similar, só que muito mais poderosa e mortal irá tomar seu lugar. O profeta Ezequiel descreve uma época em que essa coalizão atacaria Israel. Um outro exército vai surgir para dominar todo o Oriente Médio”, dizem eles em seu livro. “Eles não estarão erguendo as bandeiras negras do Estado Islâmico, mas sua intenção também igualmente cruel e destrutiva”.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Gospel Prime

Argentina: líderes cristãos são ameaçados de morte por cartéis de drogas

em 14:39 em Gospel, Notícias | Nenhum comentário

Argentina: líderes cristãos são ameaçados de morte por cartéis de drogas

Após ameaças de morte, por se oporem aos cartéis de drogas, dois líderes cristãos foram transferidos de local por razões de segurança

De acordo com alguns relatórios atuais, dois líderes cristãos foram transferidos para um local mais seguro, depois de receber ameaças de morte da máfia atuante no país. Omar Cadenini denunciou abertamente as ligações de um cartel de drogas com políticos locais. Eduardo Farrell, por sua vez, realizou uma homenagem a um ativista social, que foi assassinado na cidade de Moreno. O ativista era muito conhecido por suas campanhas destinadas a manter os jovens longe das drogas. Depois disso, eles passaram a ser ameaçados e precisaram “sumir”.

“A interferência cristã em assuntos políticos do país, além de indesejável, pode ser algo extremamente perigoso para muitos líderes da igreja que estão dispostos a falar sobre o que sabem, na tentativa de combater a corrupção, já que o governo argentino não tem iniciativa para combater os cartéis de drogas ou outras formas do crime organizado”, comenta uma das colaboradoras da ‘Portas Abertas’.

Ela explica que as igrejas se envolvem em questões sociais por necessidade, já que a liderança política não consegue resolver todas as questões. Mas quando a comunidade religiosa é vista em ação, os guerrilheiros fazem ameaças e forçam os cristãos a se afastarem.

“Não são apenas os líderes da igreja que são ameaçados de morte, mas também todos os cristãos, que ficam assustados e, muitas vezes, até deixam de frequentar os cultos ou omitem sua religião para evitar problemas”, conclui a colaboradora.

Ore pela igreja na Argentina.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Portas Abertas

Perseguição: Líderes cristãos mexicanos são assassinados e sequestrados

em 13:29 em Gospel, Notícias | Nenhum comentário

Perseguição: Líderes cristãos mexicanos são assassinados e sequestrados

Esse ano, o número de assassinatos e sequestros de cristãos aumentou, porque as igrejas envolvidas em trabalhos sociais parecem ser uma ameaça aos interesses do crime organizado

O ministério Portas Abertas recebeu a notícia da morte do líder cristão indígena Felipe Altamirano Carrillo, no Estado de Nayarit, México. A declaração oficial não mencionou quem eram os assassinos. Infelizmente, os líderes da igreja cristã no país têm sido alvo comum de perseguição e ameaças de organizações criminosas. De acordo com os relatórios, Alejandro Solandine, outro líder, vem recebendo ameaças de morte por suas críticas ao governo. Oscar López Navarro, também líder da igreja no México, foi sequestrado e as negociações com os sequestradores ainda estão em andamento.

Devido à inatividade do governo nesses casos, a impunidade tem fortalecido as ações criminosas. Só no Estado de Guerrero, em média, 170 pessoas são mortas mensalmente devido à violência. Para defender a igreja, um outro líder cristão, Salvador Rangel Mendoza, iniciou pessoalmente uma rodada de negociações com os responsáveis pelo mundo do crime, conforme informações locais. “Esse ano, o número de assassinatos e sequestros de cristãos aumentou, porque as igrejas envolvidas em trabalhos sociais parecem ser uma ameaça aos interesses do crime organizado”, comenta uma das colaboradoras da Portas Abertas.

“Infelizmente, observamos a violência contra o trabalho pastoral nos últimos quatro anos. Foram 17 ataques contra líderes cristãos, relatados no atual governo e mais de 80% dos casos ficaram impunes, uma vez que não são oficialmente classificados como casos de intolerância religiosa, mas simplesmente como sendo o ‘resultado de problemas pessoais’, termo que tem sido usado como um álibi para que as autoridades ignorem a realidade”, diz a colaboradora. Ore pela igreja no México.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Portas Abertas

Muçulmana que odiava cristãos sonha com Jesus e se converte

em 15:44 em Gospel, Notícias | Nenhum comentário

Muçulmana que odiava cristãos sonha com Jesus e se converte

Mesmo com toda a perseguição, as igrejas cristãs da Turquia continuam recebendo muçulmanos que tiveram experiências sobrenaturais com Deus, algo que parece estar se tornando cada vez mais comum no Oriente Médio. Uma mulher, cujo nome não foi revelado por questões de segurança, contou que foi criada em uma família muçulmana e ensinada desde cedo a odiar cristãos. Porém, foi fortemente tocada por Cristo. A informação foi divulgada pela Christian Aid Mission (CAM).

Ao visitar a igreja do pastor Matta, líder de um ministério local que vem sendo vítima de ataques de islâmicos radicais, essa mulher, em lágrimas, contou a ele: “Comecei a assistir seus vídeos pela Internet com a intenção de zombar de você. As coisas que eu estava ouvindo sobre o amor de Deus, que eu sempre procurei, e as palavras de fé e encorajamento puseram fim aos meus medos”, relatou a moça.

Após ouvir a mensagem do Evangelho, ela sentiu que algo mudou em seu coração e decidiu abandonar o islamismo.

No entanto, ela tinha muito medo da reação de sua família e de ser vista com outros cristãos em cultos. Até que Jesus apareceu a ela em um sonho.

“No meu sonho, Jesus me levou à igreja e disse: ‘O que você ainda está esperando? Siga o meu caminho!’”, contou ao pastor Matta. “Eu vi todos vocês lá, esperando por mim, sorrindo para mim. Antes de te conhecer, eu te vi em meu sonho. Graças a Deus por isso!”, relatou.

Segundo o pastor, que recebeu a mulher em sua igreja, ela agora compartilha ousadamente a sua nova fé com sua família e amigos, além de declarar isso em sua página no Facebook.

“A jovem ainda usa seu véu e possui centenas de amigos muçulmanos no Facebook. Mesmo assim, não para de espalhar o evangelho”, disse o pastor que a aconselhou a ter cuidado para não atrair o ódio sobre ela, como acontece com a maioria dos ex-muçulmanos.

Segundo os ensinamentos do Islã, a decisão de abandonar Maomé é considerado apostasia e pode ser punida com a morte.

Na Turquia, o governo tem abandonado a ideia de “Estado laico” e caminhado para a adoção da sharia (lei religiosa islâmica) como norma. Com isso, multiplicou-se nos últimos anos a perseguição aos cristãos. Segundo a Missão Portas Abertas, a posição da Turquia na lista de países que mais perseguem o cristianismo subiu acentuadamente no último ano, de 45º em 2016 para 37º na lista mais recente.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Gospel Prime

Cristãos são presos por realizar estudo bíblico em casa na Índia

em 13:13 em Gospel, Notícias | Nenhum comentário

Cristãos são presos por realizar estudo bíblico em casa na Índia

Seis cristãos realizavam orações e estudo bíblico na casa de uma mulher, que passa por um momento difícil, e foram presos por “imputações e afirmações prejudiciais à integração nacional”

Seis homens foram presos na última quarta-feira (29) sob acusações de “forçar uma mulher a se converter ao cristianismo”, na Índia. As prisões ocorreram em Agra, no estado norte de Uttar Pradesh.

Eles foram detidos depois que um homem identificado como Bablu Jaatav, morador da aldeia de Gopalpur, alegou que seis cristãos estavam visitando a casa de sua cunhada na ausência de seu irmão mais velho para orar por ela e persuadi-la a adotar o cristianismo como fé.

De acordo com ‘Times of India’, o homem chamou os moradores locais e entregou os cristãos para a polícia. Ashok Kumar Singh, superintendente de polícia local, disse: “Durante a nossa investigação, os seis homens aceitaram que eles vieram para oferecer orações na casa de Sunita Jaatav pelo fato dela estar passando por tempos difíceis”, ressaltou.

O ‘Times of India’ ainda relatou fontes dizendo que a filha de Sunita está prestes a se casar em abril, mas a família está enfrentando uma pressão financeira. “Com base na queixa por escrito de Bablu Jaatav, prendemos os homens e os reservamos sob a seção 153B do IPC (Imputações e afirmações prejudiciais à integração nacional)”, disse uma declaração da polícia.

Os acusados foram Michale de Icchapur de Chattisgarh, Sanjay Lodhi de Balaghat de Madhya Pradesh, Brijesh Jaatav de Kashmiri Gate no distrito de Hathras, Suraj Balmiki de Rakabganj, Sundar Singh Jaatav de Nagla Ajeet e Mahesh Chand Jaatav de Shahganj (Agra).

O cristianismo é a terceira maior religião na Índia, ficando atrás do hinduísmo e do islamismo, com quase 30 milhões de cristãos, constituindo 2,3 % da população da Índia. A ascensão do nacionalismo hindu de direita tem aumentado a pressão sobre as religiões minoritárias, com frequentes tentativas de “reconversão” dos cristãos ao hinduísmo, visto pelos adeptos da ideologia hindu como a fé padrão de todos.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Guia-me e Christian Today

‘Hinduinização’: governo da Índia reage as conversões ao cristianismo

em 13:12 em Gospel, Notícias | Nenhum comentário

‘Hinduinização’: governo da Índia reage as conversões ao cristianismo

Governo vem aprovando projetos de lei com o objetivo declarado de “resgatar a cultura, tradição e identidade dos povos indianos”

Nagaland é um dos estados indianos onde há aproximadamente 2 milhões de habitantes. A população é majoritariamente cristã, cerca de 90%. O restante se declara hindu ou budismo. Porém, a situação dos cristãos não é tranquila, e eles pedem orações. O governo indiano reage às conversões ao cristianismo, como fez em 2015, aprovando projetos de lei com o objetivo declarado de “resgatar a cultura, tradição e identidade dos povos indianos”.

No geral, a Índia é uma nação governada por um partido político que protege o hinduísmo radical. Classificada na 15ª posição da atual Lista Mundial da Perseguição, a Índia ainda se declara como um estado secular, com liberdade de religião. No entanto, não é o governo federal que decide as questões religiosas através da legislação, e sim cada estado com sua própria política.

No caso de Orissa, Himachal Pradesh, Gujarat, Madhya Pradesh e Chhattisgarh, por exemplo, todos implementaram a chamada legislação anti-conversão. Logo, nessas regiões, os cristãos ex-hindus suportam o maior peso da perseguição. Sabe-se que um processo de “hinduinização” está sendo implantado no país, por isso as demais minorias e linha religiosas estão mais vulneráveis. A intenção dos radicais hindus é que a nação seja completamente hindu a médio prazo. Ore pela igreja na Índia.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Portas Abertas

CLOSE
CLOSE