Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 02/04/2014 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

‘Foi Deus que não permitiu que eu me matasse’, diz goleiro Bruno

thumb-1

Em entrevista ao portal do Globo Esporte, o goleiro Bruno detalhou o momento em que tentou se suicidar na cadeia.

“Tentei o suicídio. Amarrei o lençol na ventana, que é alta, coloquei no pescoço e saltei. Mas a corda arrebentou e eu caí no chão. Olhei para o lado e tinha uma bíblia, que um policial tinha me dado ainda no Rio de Janeiro. Foi Deus que não permitiu que eu me matasse”, afirmou.

Sobre a rotina na cadeia, o goleiro negou ter regalias e reclamou do preço que paga por ser famoso.

“Muita gente acha que, por ter sido jogador de futebol, eu tenho regalias aqui. E não tenho. Pago um preço alto pela fama. Já costurei bola aqui dentro. Tem muito jogador que gosta de colocar a culpa na bola. Mas agora eu conheço cada ponto da bola. Sei quando o cara está dando migué. A bola aqui do presídio não é ruim, não”.

Deixe seu comentário no Comerj.

Fonte: Globo.com

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *