Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 20/06/2016 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto pode virar delator

dtq-Vaccari-Luis-Macedo-Ag-Câmara

Não faltam especulações de que o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto está disposto a dizer o que sabe sobre o Partido dos Trabalhadores e seus dirigentes.

Segundo nota da coluna Painel da ‘Folha de S. Paulo’, Vaccari tem reclamado bastante dos líderes do partido, por se sentir abandonado pelo seus “companheiros”, além de sofrer forte pressão por parte da família para que fale.

Ainda segundo a nota, Vaccari tem mandado recados ao partido de que se não tomarem conta dele, não pensará mais duas vezes.

Condenação

O ex-tesoureiro do PT foi preso no dia 15 de abril de 2015 durante a 12ª etapa da Operação Lava Jato. Ele já foi condenado a nove anos de prisão e ao pagamento de uma multa de R$ 420 mil pelo crime de corrupção passiva. A sentença foi divulgada no dia 18 de maio de 2016.

De acordo com a decisão, Vaccari participou do esquema de desvio de dinheiro da diretoria de Serviços e Engenharia da Petrobras em que se envolveram o ex-diretor Renato Duque e o gerente Pedro Barusco. “A prática do crime de corrupção envolveu o pagamento de R$ 46.412.340,00, um valor expressivo. Um único crime de corrupção envolveu pagamento de cerca de R$ 28 milhões em propinas. Mesmo considerando que João Vaccari Neto não recebeu esses valores, os acertos se faziam com sua participação”, escreveu o juiz do caso Sergio Moro na sentença.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Folha de S. Paulo e UOL

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *