Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 02/07/2015 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

EUA investigam série de incêndios em igrejas evangélicas de fiéis negros

igreja-greeleyville-Clarendon-County-Fire-Department-Reuter

Bombeiros tentam controlar um incêndio na igreja Episcopal Metodista Africana Monte Zion em Greeleyville, na Carolina do Sul. País registra sete casos em menos de duas semanas

Autoridades federais e estaduais dos Estados Unidos estão investigando casos de incêndios em igrejas frequentadas por negros para descobrir se os atos podem ser classificados como crimes de ódio. O incêndio que destruiu uma igreja em Greeleyville, na Carolina do Sul, na noite desta terça-feira foi o sétimo caso registrado no país em menos de duas semanas. Além da Carolina do Sul, os estados de Flórida, Tennessee e Carolina do Norte também tiveram igrejas incendiadas desde que um atirador matou nove pessoas em Charleston no último dia 19.

“Este é um ataque sistemático contra igrejas negras”, disse Anthony Evans, presidente de entidade que representa 34 mil igrejas negras. “Estamos em estado de alerta”, afirmou Evans.

De acordo com a porta-voz do escritório federal do Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos, Dannette Seward, os investigadores não encontraram uma conexão entre o incêndio em Greeleyville e os outros incêndios nas igrejas, mas não descartam a hipótese de crimes de ódio.

Histórico

A igreja em Greeleyville já passou por episódio parecido em junho de 1995, quando dois homens brancos ligados à Ku Klux Klan foram presos acusados de provocar o incêndio.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Veja

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *