Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 14/02/2017 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

EUA classificam vice-presidente da Venezuela como ‘traficante’

Tareck El Aissami é acusado pelos EUA de ter facilitado os carregamentos de drogas na Venezuela

Os Estados Unidos impôs sanções financeiras ao vice-presidente da Venezuela, Tareck El Aissami, oficialmente designando-o como um traficante de drogas, informou nesta segunda-feira (13) o Departamento do Tesouro em um comunicado.

El Aissami, um influente dirigente do partido oficialista no país petroleiro e designado vice-presidente pelo presidente Nicolás Maduro em 4 de janeiro, foi incluído na lista de sanções da OFAC, um gabinete do Departamento do Tesouro americano.

Um sócio de El Aissami, o empresário Samark José López Bello, também foi incluído nas sanções que congelam os bens que ambos possam ter nos Estados Unidos e proíbe qualquer cidadão ou empresa americana de fazer negócios com os sancionados.

“As ações da OFAC são o ápice de um investigação de vários anos (…) contra importantes traficantes de drogas na Venezuela e demonstra que o poder e a influência não protege aqueles que realizam estas atividades ilegais”, disse seu diretor interino, John Smith, segundo a nota do Tesouro.

El Aissami, que foi governador do estado de Aragua e ministro do Interior, “facilitou os carregamentos de drogas da Venezuela”, detalhou o Tesouro, assinalando que o funcionário “supervisionou ou foi dono parcial” de carregamentos de mais de mil quilos de drogas que saíram da Venezuela com destino ao México e aos Estados Unidos.

O ex-ministro recebeu pagamento do traficante venezuelano Walid Makled e também tinha relações com o violento cartel mexicano Los Zetas, segundo denúncia do Tesouro.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Correio Braziliense

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CLOSE
CLOSE