Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 30/06/2014 em Mensagens Pastores | Nenhum comentário

Criando um legado duradouro

“A melhor forma de viver a vida é investir em algo que ultrapasse sua própria duração”. William James

Que investimento todo ser humano precisa fazer para deixar um legado duradouro? A dura realidade que muitas vezes enfrentamos mascara o fato de que muito do que nos esforçamos para construir não vai durar. Tenho observado pessoas que, no final de sua vida, veem seus castelos construídos na areia ruírem. Muitas trabalharam sem parar, sem reservar tempo para si, a família, os amigos e Deus, enfim, viveram isoladas e em um ritmo acelerado.

Se você tivesse apenas um mês para viver, talvez fizesse algumas mudanças para aperfeiçoar o que construiu. O melhor mesmo, porém, seria contribuir para seu legado todos os dias, durante muitos meses e anos, para que tudo pelo que trabalhou seja eterno. Mas a única maneira de criar essa herança duradoura é empregar seus recursos mais valiosos nas áreas que oferecem maior retorno: as pessoas.

Nossos relacionamentos são o único investimento que não pode ser destruído por um incêndio ou um desastre natural, nem ser perdido na bolsa de valores. Se realmente quisermos deixar um legado que o tempo não possa apagar, teremos de inspecionar o local onde está sendo construída nossa vida: sobre a rocha, que é Jesus Cristo, ou sobre a areia (Mt 7.24,25).

O primeiro aspecto dessa inspeção deve ser o teste da influência. Para deixar um legado nesta terra, é necessário que você passe por este teste. Todos nós, seres humanos, recebemos certo número de oportunidades para influenciar os outros e fazer a diferença na vida deles.

Deus nos concedeu a habilidade de influenciar pessoas e espera um retorno de seu investimento. Ele deseja que aproveitemos as oportunidades, em vez de fugirmos da responsabilidade de fazer a diferença na vida dos outros. Às vezes as pessoas ficam mais preocupadas em promover o próprio nome do que em causar impacto na vida dos outros.

O nome de todas as estrelas do rock, do cinema, do atletismo, da política, dos presidentes, dos reis e das rainhas um dia serão esquecidos. Todos os que são famosos hoje um dia cairão no mar do esquecimento, porque as ondas do tempo continuam rolando e vão apagar o nome de todos, exceto o de Jesus, o nome que está acima de todos os nomes (Leia Fp 2.10).

Nossa vida e nosso tempo não são nossos; pertencem a Jesus Cristo, e é o nome e a Palavra dele que vão durar para sempre. Somente deixaremos um legado duradouro quando influenciarmos outros para Cristo!

Como disse a grande escritora e mulher de Deus, que passou por muitas dificuldades em sua história de vida, mas viveu para Cristo, Corrie ten Boom: “A medida de uma vida, afinal, não é sua duração, mas sua doação”.

Um dia, você e eu seremos esquecidos. A única coisa que vai permanecer é o que tivermos feito para Deus, a maneira como cumprimos o propósito para o qual Ele nos criou.

Quero finalizar falando do meu pai, pastor José Santos. Ele é o meu maior exemplo de quem viveu para Deus. Desde que me entendo por gente, sempre observei e aprendi com ele que o ser humano é o bem mais precioso deste mundo. Ele tinha no seu coração a grandeza de saber que era amado pelo Senhor, mesmo sem merecer. Por isso, viveu para se doar às pessoas. Agradeço a Deus pelo privilégio que me concedeu de ter um pai que deixou um legado de amor e doação!

Quero deixar duas perguntas para reflexão: Pelo que você gostaria de ser lembrado? De que maneira está contribuindo para esse objetivo neste exato momento? Deus o abençoe.

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *