Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 02/09/2013 em Mensagens Pastores | Nenhum comentário

Como chegar ao lugar da vitória?

Muitos pensam que chegar ao lugar da vitória é como uma loteria. Se derem sorte, chegarão lá; se derem azar, não chegarão. Diante de algum fracasso, alegam que não sabem nem entendem por que não chegaram. A verdade é que, para chegarmos ao lugar da vitória, Deus nos submete a provas.

A maioria deseja alcançar o lugar da bênção prometida por Deus, mas não sabe que, entre o ponto em que se encontra e aquele aonde deve chegar, existe um longo caminho a ser percorrido, e que nesse caminho há difíceis provas propostas pelo Senhor.

Em diversos episódios bíblicos, vemos esse tratamento de Deus na vida de homens e mulheres chamados por Ele. O Senhor exige obediência total e propõe recompensas, mas também estabelece testes para provar Seu povo. Assim foi com Abraão, quando recebeu a promessa de uma terra e uma descendência (Gn 12.1-3), e com Israel, quando foi liberto da escravidão no Egito.

O Senhor nos submete à prova, como afirma o autor do Salmo 66.10-12 (nvi): Pois tu, ó Deus, nos submeteste à prova e nos refinaste como a prata. Fizeste-nos cair numa armadilha e sobre nossas costas puseste fardos. Deixaste que os inimigos cavalgassem sobre a nossa cabeça; passamos pelo fogo e pela água, mas a um lugar de fartura nos trouxeste.

O verbo hebraico utilizado nesse texto com a ideia de provar é bachan, que significa testar, examinar minuciosamente, e o verbo com a ideia de refinar é tsaraph, cujo sentido é fundir, purificar. Já o termo original traduzido como armadilha é matsuwd, rede, lugar de aprisionamento, e como fardos é muw‘aqah, aperto, aflição, pressão.

Em outras palavras, o que o autor desse salmo está dizendo é que Deus nos submete a duros testes para nos examinar e purificar antes de levar-nos a um lugar de fartura, onde nos sentiremos seguros e saciados.

Deus permite situações com as quais não conseguimos lidar para reconhecermos nossa fragilidade, esvaziarmo-nos do orgulho e da soberba, dando lugar à humildade, e para admitirmos que dependemos do único Deus, que pode fazer o que ninguém faz.

Diante dessa realidade e das grandes coisas que o Senhor tem para você, não reclame das provações. Deus o está refinando e não vai deixá-lo passar do ponto de refinamento nem permitir que as chamas o destruam. Ele o está mantendo nessa fornalha para purificá-lo, a fim de que a Sua imagem seja mais bem refletida em você. Quando isso ocorrer, o propósito divino se cumprirá, e você chegará ao lugar que Deus lhe prometeu.

O Senhor nos faz passar por tudo isso para que valorizemos o Seu favor e não desperdicemos nada, porque sabemos o quanto custou chegar a esse patamar. Também para que saibamos usufruir com responsabilidade e gratidão das bênçãos que Ele nos levou a alcançar, com a convicção de que foi Deus quem nos guiou e possibilitou-nos a vitória.

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *