Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Brasil e Mundo

México ainda busca sobreviventes; já são 278 o número de mortos

em 10:21 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

México ainda busca sobreviventes; já são 278 o número de mortos
País é atingido pelo terremoto mais mortal em três décadas

País é atingido pelo terremoto mais mortal em três décadas

Milhares de socorristas seguiam cavando em escombros nesta quinta-feira (21) buscando por sobreviventes do mortal terremoto que atingiu o México nesta semana e que já deixou ao menos 273 mortos, sendo a metade destes na capital do país.

As equipes de resgate – formadas por militares, policiais, bombeiros, voluntários e diversos cidadãos – concentravam seus esforços em vários pontos da Cidade do México, especialmente em uma fábrica de tecidos, uma escola e diversos edifícios desabados, onde se presume que haja pessoas com vida.

Na fábrica, no centro da cidade, já foram removidos muitos escombros. Socorristas cortavam hastes com alicates e faziam buracos na laje para procurar vítimas, entre as quais há cinco taiwaneses, alguns familiares do dono da fábrica.

Um socorrista disse à ‘Reuters TV’ que ao menos um sobrevivente estava dentro de um carro e que já o localizaram porque deu socos.

“Sabíamos que estava em um carro porque lhe dissemos: se está dentro do veículo, por favor, dê três socos, e deu três socos (…), assim foi como conseguimos localizá-lo, está debaixo desta laje, estão trabalhando para resgatá-lo”, disse o socorrista.

Embora as autoridades não tenham dado números de resgatados neste local, corpos recuperados ou desaparecidos, alguns socorristas temem que pode haver muitos mortos, porque na hora do tremor de magnitude 7,1 de terça-feira havia muita gente trabalhando na fábrica.

A Defesa Civil informou que até o momento havia 273 mortos em nível nacional.

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, disse na tarde desta quinta-feira que estima-se que ainda há pessoas com vida embaixo dos escombros em 10 dos 38 edifícios em que socorristas estão trabalhando.

Depois que autoridades disseram na quarta-feira que havia uma menina viva presa nos escombros de uma escola e que eram feitos frenéticos trabalhos de resgate para chegar até ela, o subsecretário da Marinha, Angel Sarmiento, descartou que se trate de uma menor.

“Realizamos uma contagem com a direção da escola e temos segurança de que todas as crianças, ou infelizmente faleceram, ou estão em hospitais, ou estão a salvo em suas casas”, disse enquanto seguem os trabalhos de buscas na escola Enrique Rébsamen.

“Somente da equipe de intendência temos uma dúvida, que possivelmente foi a pessoa que nos deu os rastros”, explicou. “Há indícios de que possivelmente há uma pessoa com vida todavia, há rastros de sangue e há fotografias”.

A rede Televisa, que por horas transmitiu ao vivo na quarta-feira a dramática operação de resgate e deu detalhes sobre a suposta menina, disse que seus repórteres tiveram como base fontes da Marinha.

Da escola, 11 menores foram resgatados com vida dos escombros. Mas também foram recuperados os corpos de 19 crianças e seis adultos.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Reuters

Furacão Maria ganha força, chega a 205 km/h e avança pelas ilhas do Caribe

em 10:14 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Furacão Maria ganha força, chega a 205 km/h e avança pelas ilhas do Caribe
Inundação atingiu, na quinta-feira (21), cidade de Catano, em Porto Rico. Furacão Maria se aproxima das Ilhas Turks e Caicos

Inundação atingiu, na quinta-feira (21), cidade de Catano, em Porto Rico. Furacão Maria se aproxima das Ilhas Turks e Caicos

O furacão Maria continua de categoria 3, mas seus ventos ganharam força e chegaram a 205 km/h na noite desta quinta-feira (21), segundo o último boletim do Centro Nacional de Furacões dos EUA. A previsão é que o furacão passe pelo Haiti e pelas Bahamas hoje. Ele avançava em direção às Ilhas Turks e Caicos, após assolar Porto Rico e outras ilhas do Caribe, com ventos e chuvas que destruíram casas, inundaram ruas, devastaram economias e deixaram ao menos 32 mortos.

Maria é o segundo grande furacão a atingir o Caribe neste mês e o mais forte a atingir o território norte-americano de Porto Rico em 85 anos. A tempestade cortou a energia da ilha e diversos rios atingiram níveis recorde.

Ao menos 15 pessoas morreram em Porto Rico, segundo o jornal “El Nuevo Día‏”.

Na ilha de Dominica, que tem população de cerca de 71 mil pessoas, 14 mortes foram relatadas. Duas outras pessoas morreram no território francês de Guadalupe e uma nas Ilhas Virgens norte-americanas.

O número de mortes no Caribe deve aumentar quando as buscas forem retomadas.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: G1

Superior Tribunal de Justiça nega pedido de Lula contra Moro

em 10:06 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Superior Tribunal de Justiça nega pedido de Lula contra Moro

Imagem: Divulgação

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Felix Fischer negou nesta quinta-feira (21), em decisão monocrática, ou seja, individual, o recurso em que a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva alegava que o juiz federal Sergio Moro é suspeito para julgar o petista e conduzir inquéritos contra ele na Operação Lava Jato. Na última segunda-feira o Ministério Público Federal (MPF) emitiu um parecer, favorável à defesa do ex-presidente, para que o pedido de suspeição fosse julgado no STJ.

No recurso, negado anteriormente pelo próprio Moro e pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), os advogados de Lula enumeram, em nove pontos, a suposta atuação parcial do magistrado. A defesa afirma, entre outros aspectos, que o juiz teria dado indicativos de que condenaria o petista no despacho em que aceitou a denúncia do MPF; que Moro teria “esclarecido” pontos da acusação feita pelos procuradores; que participou de eventos ao lado de políticos investigados na Lava Jato e fez provocações aos advogados do petista após uma audiência no processo.

Sergio Moro condenou Lula a nove anos e seis meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro na ação penal envolvendo o imóvel no litoral paulista. O magistrado considerou que o tríplex e as reformas nele, no valor de 2,3 milhões de reais, representam vantagens indevidas pagas pela OAS ao ex-presidente a partir de uma “conta de propinas” reservada pela empreiteira ao petista e ao Partido dos Trabalhadores (PT). Na mesma sentença, o juiz inocentou o petista da acusação do MPF de que o custeio do armazenamento de seu acervo presidencial, pela OAS, era propina.

Na decisão de hoje, Fischer afirma que, apesar das alegações dos advogados quanto a infrações do juiz federal, a declaração de suspeição de Moro dependeria de um reexame das provas no processo, o que não seria possível pelo STJ no momento. Lula recorreu da condenação e o processo tramita no TRF4.

“Na hipótese, entender de modo contrário ao estabelecido pelo tribunal a quo, como pretende o recorrente, implicaria o revolvimento do material fático-probatório, inviável nesta seara recursal, e não somente discutir a violação à lei federal e aos tratados internacionais referentes à imparcialidade do juiz”, afirma o ministro.

Defesa

Por meio de nota divulgada após a decisão do ministro do STJ, os advogados de Lula afirmam que recorrerão. “Vamos recorrer para que o colegiado analise o tema da suspeição, tal como opinou o Ministério Público Federal em parecer emitido nos autos. A defesa do ex-presidente apontou no recurso procedimentos e decisões que violam a imparcialidade requerida ao juiz Sergio Moro para a condução dos inquéritos”.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Veja

Denúncia contra Temer avança e deve ser lida na Câmara ainda hoje

em 10:04 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Denúncia contra Temer avança e deve ser lida na Câmara ainda hoje
Câmara recebe nova denúncia da PGR contra Temer. Defesa do presidente havia pedido ao STF para suspender envio da denúncia, mas a Corte rejeitou. Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, prevê votação para outubro

Câmara recebe nova denúncia da PGR contra Temer. Defesa do presidente havia pedido ao STF para suspender envio da denúncia, mas a Corte rejeitou. Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, prevê votação para outubro

A segunda denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer chegou nesta quinta-feira (21) à noite à Câmara dos Deputados e pode ser lida nesta sexta-feira (22) em plenário, se houver quórum de 51 deputados. Temer foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. Mas a Corte só poderá analisar a acusação se a Câmara autorizar. Após a leitura da denúncia, o presidente será notificado. Confira a tramitação do processo abaixo.

O documento foi entregue por volta das 20h30, pelo diretor-geral do STF, Eduardo Toledo, à Secretaria Geral da Mesa da Câmara.

Temer foi denunciado ao STF pelos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. Mas a Corte só poderá analisar a acusação se a Câmara autorizar. A votação pode acontecer em outubro, segundo estimou o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Mais cedo, nesta quinta, o Supremo rejeitou, por 10 votos a 1, pedido da defesa de Temer para suspender o envio da denúncia à Câmara.

Os advogados do presidente queriam que a Corte aguardasse a conclusão das investigações sobre se executivos da J&F omitiram informações nas delações premiadas. As provas apresentadas por eles compõem parte da denúncia contra Temer.

Assim como na primeira denúncia oferecida contra Temer, por corrupção passiva, caberá à Câmara dos Deputados decidir se autoriza ou não a continuidade do processo ao Supremo.

Se a denúncia seguir para o STF e os ministros decidirem aceitá-la, Temer se tornará réu e será afastado do mandato por até 180 dias.

Mas, para a acusação da PGR contra o presidente seguir para a Corte, são necessários os votos de, no mínimo, 2/3 dos deputados, ou seja, 342 dos 513.

Se a Câmara não der aval ao prosseguimento do processo, a denúncia ficará parada até o fim do mandato de Temer, em 31 de dezembro de 2018.

Tramitação

Saiba abaixo como será a tramitação da denúncia na Câmara a partir de agora:

* STF aciona a Câmara – Recebida a denúncia contra Temer, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deve notificar o presidente a apresentar defesa e despachar a acusação para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

* Prazo para a defesa – A partir da notificação, a defesa de Temer terá até dez sessões do plenário da Câmara para enviar os argumentos, se quiser. Para a contagem do prazo, é levada em consideração qualquer sessão de plenário, seja de votação ou de debate, desde que haja quórum mínimo para abertura (51 deputados presentes). Se houver mais de uma sessão no dia, apenas uma será validada. Não são computadas as sessões solenes e as comissões gerais.

* CCJ – Assim que a defesa de Temer entregar as alegações, o regimento dá à CCJ prazo de até cinco sessões do plenário para se manifestar sobre a denúncia. Nesse período, o relator, a ser designado pelo presidente da CCJ, deverá apresentar um parecer, concordando ou não com o prosseguimento da denúncia. Os integrantes da CCJ podem pedir vista do processo (mais tempo para analisar a acusação) por até duas sessões plenárias antes de discutir e votar o parecer. Antes de ser votado no plenário, o parecer da CCJ terá de ser lido durante uma sessão, publicado no “Diário da Câmara” e pautado para ser votado na sessão seguinte.

* Decisão pelo plenário – O parecer será discutido pelos parlamentares em plenário e, depois, será submetido a votação nominal. Os deputados serão chamados um a um para votar, no mesmo formato da votação do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e da primeira denúncia de Temer.

* Aprovação da denúncia – A denúncia seguirá para o STF se pelo menos 342 deputados votarem a favor do prosseguimento do processo. Os 11 ministros da Corte, então, deverão votar para decidir se aceitam ou não a denúncia. Se a maioria votar pela aceitação, Temer se tornará réu. Nessa hipótese, será afastado do mandato por até 180 dias. O presidente só perderá o cargo definitivamente se for condenado pelo Supremo. Nesse caso, o presidente da Câmara assumirá o comando do país e convocará eleições indiretas, em até um mês. A eleição será indireta.
Rejeição da denúncia – Se menos de 342 deputados votarem pela denúncia, a acusação contra Temer não seguirá para o Supremo. A denúncia será suspensa, mas não arquivada. Nessa hipótese, o processo só poderá ser retomado após o mandato de Temer, que acaba em 31 de dezembro de 2018.

A primeira denúncia contra Temer, por corrupção passiva, foi rejeitada em agosto pela Câmara por 263 votos a 227.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: G1

Neonazistas: Casa Branca define como terrorismo protestos na Virgínia

em 13:31 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Neonazistas: Casa Branca define como terrorismo protestos na Virgínia
A manifestação, que reuniu mais de mil pessoas, provocou a morte de três pessoas

A manifestação, que reuniu mais de mil pessoas, provocou a morte de três pessoas. U motorista atropelou diversos ativistas antirracismo, matando uma mulher e deixando ao menos 15 feridos

Os confrontos entre supremacistas brancos e pessoas que militam contra o fascismo em Charlottesville, na Vírgínia, nos Estados Unidos, foram definidos neste domingo (13) pelo conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, H. R. McMaster, como atos de “terrorismo”.

“Cada vez mais se cometem ataques contra as pessoas para incitar o medo, o terrorismo”, disso Mc Master, em entrevista ao canal ABC. “Condenamos os supremacistas brancos, os racistas e os grupos nazistas”, acrescentou o conselheiro, após o presidente norte-americano, Donald Trump, ser duramente criticado, por republicanos e democratas por seus comentários e sua falta de ação em relação ao ato.

A manifestação, que reuniu mais de mil pessoas, provocou a morte de três pessoas: uma mulher, que foi atropelada por um carro, e duas que estavam a bordo de um helicóptero da polícia, que caiu na região. Em entrevista coletiva, Trump culpou “vários lados” pela violência, sem condenar explicitamente os grupos neonazistas.

“Condenamos, nos termos mais firmes possíveis, essa exibição atroz de ódio, fanatismo e violência procedente de vários lados. O ódio e a divisão devem parar agora. Temos que nos unir como norte-americanos, com amor à nossa nação”. O presidente não respondeu às perguntas de jornalistas que questionaram se ele considerava o atropelamento de manifestantes antirracistas um ato de terrorismo.

“Não vou poupar palavras. Atribuo grande parte da culpa do que está acontecendo hoje no país à Casa Branca e ao entorno do presidente”, afirmou o prefeito de Charlottesville, o democrata Michael Signer.

No Twitter, o senador republicano pela Flórida Marco Rubio afirmou que é “muito importante para o país que o presidente descreva os eventos em Charlottesville como eles são: um ataque terrorista de supremacias brancos”.

Centenas de nacionalistas iniciaram um protesto na noite de sexta-feira (11) contra a remoção de uma estátua de Robert E. Lee, um general confederado da Guerra Civil norte-americana. Entre os grupos estavam neonazistas, que entraram em confronto com manifestantes antifascistas e antirracistas.

Durante o ato, um motorista, identificado como James Fields, de 20 anos, atropelou diversos ativistas antirracismo, matando uma mulher e deixando ao menos 15 feridos. O homem foi detido, sob suspeita de homicídio. O caso é investigado pelo FBI (Federal Bureau of Investigation, a Polícia Federal norte-americana).

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Correio Braziliense

Temer diz a aliados que espera revisão das delações após saída de Janot

em 13:29 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Temer diz a aliados que espera revisão das delações após saída de Janot

Prioridade seria para a delação de Joesley Batista, que entregou a gravação de uma conversa em que ambos discutiram como convencer Cunha a não delatar

O presidente Michel Temer revelou aos seus aliados que espera que as delações nas quais foi citado sejam revistas após o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deixar o cargo.

Como revelado pela jornalista Andréia Sadi no ‘G1′, a prioridade seria para a delação do empresário Joesley Batista, da JBS, que entregou aos procuradores a gravação de uma conversa com o presidente em que ambos discutiam estratégias para convencer o deputado cassado Eduardo Cunha a não delatar. A revelação desse conteúdo, em maio deste ano, causou a maior crise política do governo de Temer.

Ainda segundo o texto, o presidente espera encontrar um ambiente “menos hostil” a ele na Procuradoria-Geral da República (PGR) após a saída de Janot. Temer, inclusive, já pediu ao seu advogado Antonio Claudio Mariz que reúna material para contestar a delação da JBS, mas deve aguardar a substituição do adversário para dar entrada no processo.

O peemedebista cogita usar a gravação da mulher de Joesley, Ticiana Villas Boas, revelada pela GloboNews, para solicitar a revisão da delação. Na conversa, Ticiana desmente o conteúdo do áudio anterior.

A propina seria para o deputado Fabio Faria (PSD-RN). O problema dessa estratégia seria que a defesa de Faria já confirmou a existência de um jantar entre os nomes citados. Joesley também deve complementar a sua delação dizendo que as esposas não estavam presentes no momento em que a propina foi negociada.

O novo depoimento do empresário está previsto para o começo de setembro. Janot deixa o cargo no dia 17 do mesmo mês, quando será substituído por Raquel Dodge.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Notícias ao Minuto

Presidente do Senador ajuda colegas a aparecerem mais nos seus estados; saiba como

em 13:26 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Presidente do Senador ajuda colegas a aparecerem mais nos seus estados; saiba como

Como 2018 está logo ali, o senador Eunício Oliveira decidiu dar uma forcinha aos colegas. Segunda nota de Lauro Jardim, em sua coluna no ‘O Globo’, Eunício fez uma reformulação dos meios de comunicação do Senado para dar mais espaço aos parlamentares, e esse novo formato já vai ao ar nesta segunda-feira (14).

Segundo ele, a reformulação foi toda feita sem custos. A TV Senado contará com pelo menos quatro horas de conteúdo jornalístico pela manhã e à tarde. Também terá novos programas depois das transmissões das sessões no plenário, geralmente à noite.

Mas o pulo do gato mesmo é a criação da Agência Rádio Senado, já com 2,5 mil emissoras conveniadas em todo o país. A ideia é distribuir conteúdo, produzido com dinheiro público, para os estados de origem dos senadores, gratuitamente.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: O Globo

Câmara dos Deputados se mobiliza para aprovar projetos da reforma política

em 13:25 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Câmara dos Deputados se mobiliza para aprovar projetos da reforma política

A previsão é que as três comissões da Câmara que avaliam projetos da reforma política definam seus relatórios para irem à votação

O governo de Michel Temer estará empenhado em aprovar a reforma política no Plenário da Câmara dos Deputados, para que as mudanças possam valer já nas eleições de 2018. O prazo para que as alterações entrem em vigor nas próximas eleições é 7 de outubro. Ou seja, as propostas precisam ser aprovadas na Câmara e no Senado até esta data.

Os deputados tentam aprovar a criação de um fundo alimentado com recursos públicos para bancar as campanhas. A proposta define que não haja a possibilidade de que sejam feitas doações de empresas privadas para candidatos. Além disso, a reforma política propõe mudanças no sistema eleitoral.

A reportagem do ‘G1′ destaca que três comissões da Câmara trabalham na elaboração de projetos com temas relacionados à reforma política. A previsão é de que as sessões votem os relatórios nesta semana e, dessa forma, possa se encaminhar os textos para análise do plenário principal da Casa.

Mudanças 

Uma das comissão já quase concluiu a votação de uma proposta de emenda à Constituição, restando apenas a análise de duas sugestões de alteração no texto. O projeto estabelece o chamado “distritão” nas eleições de 2018 e de 2020 para a escolha de deputados federais, deputados estaduais e vereadores.

Nesse modelo, cada estado ou município vira um distrito eleitoral. Além disso, são eleitos os candidatos mais votados dentro do distrito e não são levados em conta os votos para partido ou coligação.

A proposta ainda prevê a criação do Fundo Especial de Financiamento da Democracia, destinado a financiar campanhas eleitorais, que em 2018 teria R$ 3,6 bilhões do Orçamento da União.

Deputados de outra comissão avaliam também que os parlamentares poderão votar mudanças nas leis das eleições e dos partidos políticos, definindo detalhadamente qual será a destinação dos recursos do fundo eleitoral.

O terceiro colegiado da Câmara discute uma proposta que acaba com as coligações partidárias nas eleições e cria uma cláusula de desempenho eleitoral. O projeto propõe que partidos que não alcançarem um número mínimo de votos ou de eleitos perderão direitos, como acesso ao fundo partidário e ao tempo gratuito de televisão e rádio.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Notícia ao Minuto

Jornal vaza conversas telefônicas do presidente Donald Trump

em 14:42 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Jornal vaza conversas telefônicas do presidente Donald Trump

Duas conversas telefônicas do presidente dos Estados Unidos Donald Trump realizadas no final de janeiro, uma com o presidente do México e a outra com o primeiro-ministro da Austrália, foram divulgadas na íntegra nesta quinta-feira (3) pelo ‘Washington Post’. O jornal obteve as transcrições, feitas pela Casa Branca, mas que não eram públicas, de uma fonte que pediu para não ser identificada.

No diálogo com o presidente do mexicano, Enrique Peña Nieto, Trump falou sobre o financiamento do muro na fronteira dos dois países, uma de suas principais promessas de campanha, e da potencial tarifação de mercadorias mexicanas. Logo no começo da ligação, Trump diz que considera Peña um amigo, mas conta que não queria fazer uma reunião com o México e que aceitou graças às relações de Jared Kushner, seu genro e conselheiro, com Luis Videgaray, o Ministro das Relações Exteriores de Peña.

O presidente americano disse que interessa aos Estados Unidos que o México tenha uma economia forte e saudável e indicou saber que o dinheiro para o muro teria de vir de outras fontes, mas pediu que Peña parasse de desafiar publicamente a construção fronteiriça. “Você não pode falar isso na imprensa”, disse. “Se você vai dizer que o México não vai pagar pelo muro, então eu não quero mais me reunir com vocês, porque não posso viver com isso”, completou.

A conversa com o primeiro-ministro australiano Malcom Turnbull aconteceu um dia depois do telefonema à Pena, em 28 de janeiro. Os dois líderes discutiram sobre o acordo sobre os refugiados, estabelecido pelo ex-presidente Barack Obama, que determina que os Estados Unidos recebam os refugiados detidos ao tentar entrar ilegalmente na Austrália. “Só tenho que dizer que, infelizmente, vou ter que viver com o que foi dito por Obama. Eu odeio isso”, disse Trump.

O presidente americano não escondeu sua irritação com o Turnbull. “Eu odiei isso. Eu tenho feito essas chamadas o dia todo, e para ser honesto, essa é a ligação mais desagradável até agora”, disse Trump que, mais cedo havia conversado com os líderes do Japão, Shinzo Abe, da Rússia, Vladimir Putin, da França, então comandada por François Hollande, e da Alemanha, Angela Merkel. “Putin foi um telefonema agradável. Isto é ridículo”, completou.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Veja

EUA: proibição de viagem à Coreia do N. entra em vigor em setembro

em 14:38 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

EUA: proibição de viagem à Coreia do N. entra em vigor em setembro

A proibição foi anunciada pela primeira vez no mês passado, após a morte do estudante americano Otto Warmbier. As exceções se aplicam em casos de natureza humanitária e, para jornalistas, em circunstâncias específicas. A norma ficará vigente por um ano

O governo americano estabeleceu para 1º de setembro a entrada em vigor da proibição de viagens para a Coreia do Norte.

“O Departamento de Estado estabeleceu que o sério risco para os cidadãos americanos de serem detidos (…) representa um perigo iminente para a segurança física dos cidadãos que viajam para, ou dentro da República Democrática Popular da Coreia (RDPC)”, de acordo com o texto publicado no Diário Oficial nesta quarta-feira (2).

“Todos os passaportes americanos são inválidos para viajar para, dentro, ou através da RDPC, a menos que seja especialmente autorizado”, acrescenta.

As exceções se aplicam em casos de natureza humanitária e, para jornalistas, em circunstâncias específicas. A norma ficará vigente por um ano.

A proibição de viajar para a Coreia do Norte foi anunciada pela primeira vez no mês passado, após a morte do estudante americano Otto Warmbier. O jovem entrou em coma enquanto estava preso em Pyongyang. Ele foi detido durante uma viagem turística.

Warmbier, de 22 anos, um estudante da Universidade da Virgínia, faleceu em junho, depois de ficar mais de um ano detido por ter roubado um cartaz de propaganda de um hotel da Coreia do Norte. Ele foi devolvido para os EUA em um estado de coma do qual nunca se recuperou.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Correio Braziliense