Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Brasil e Mundo

‘Ninguém fica feliz em dar imunidade a criminoso’, diz Janot

em 15:10 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

‘Ninguém fica feliz em dar imunidade a criminoso’, diz Janot

Em Washington, procurador-geral alega que não teve outra opção frente à insistência dos irmãos donos da JBS para evitar que supostos crimes continuassem acontecendo

O Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, disse, na manhã desta segunda-feira, em Washington (EUA), que não se sente feliz em dar “imunidade a criminoso”, em referência ao acordo de delação premiada feito com os irmãos Wesley e Joesley Batista, donos da JBS.

Janot afirmou que não queria conceder imunidade – com garantia de que os irmãos não serão denunciados ou investigados pela Justiça – mas que não teve outra opção frente à insistência dos Batista para evitar que os supostos crimes em andamento, envolvendo a possível participação do presidente Michel Temer e outras autoridades, continuassem acontecendo.

“Em toda a negociação, esses sujeitos (Joesley e Wesley Batista) diziam: ‘olha, a gente não abre mão de imunidade porque a extensão é enorme’”, disse Janot.

“Essa foi a primeira colaboração que nos trouxe elementos para cessar prática delituosa, e não para investigar delitos praticados no passado, e delitos graves, envolvendo altas autoridades da República”, acrescentou.

Janot afirmou que não teve escolha. “Tive que sopesar o interesse público de conceder a imunidade a criminosos – e são criminosos mesmo, cometeram vários, vários e vários crimes -, ou, sabendo da prática em curso de crime, eu não ter como fazer cessar essa prática.”

“Eu sopesei o interesse público”, disse. “Ninguém se sente feliz concedendo imunidade a criminoso. Mas foi o que foi possível”.

Sem citar nomes, o Procurador-Geral se referiu aos irmãos como “pessoas ricas que moram aqui em Nova York”.

Além da palestra no Brazil Institute do Wilson Center, ele veio à capital dos Estados Unidos para reuniões com o Departamento de Justiça e o Departamento de Estado do país – segundo a BBC Brasil apurou, o MPF estaria fechando acordos para investigações em conjunto com a Justiça americana no âmbito da Lava Jato.

Manobras na CCJ

Segundo Janot, há duas investigações em curso contra Michel Temer, além da denúncia já apresentada ao Supremo Tribunal Federal por corrupção passiva.

“Uma está mais adiantada que a outra”, afirmou, sem dar detalhes.

À BBC Brasil, Janot disse que não considera “obstrução de justiça” as trocas feitas por Michel Temer na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados, que decidiu não dar continuidade à denúncia do MPF contra o presidente.

“Olhando de longe, isso faz parte do jogo político. Elas (as trocas) foram feitas porque eram previstas. Para um juízo politico, você usa os instrumentos políticos “, afirmou.

Questionado se defenderia algum mecanismo para restringir esse tipo de manobra no futuro, Janot disse que “isso é um trabalho do Legislativo, não vou comentar.”

A jornalistas, ele afirmou que não tem pressa para oferecer novas denúncias contra o presidente até o fim de seu mandato como Procurador-Geral da República, que termina em 15 de setembro.

“Se não conseguirmos demonstrar com indícios suficientes de prova, não há como denunciar. O MP não tem pressa, nem retarda denúncia. O que depende é a investigação”, assinalou.

“Se até o dia 15 de setembro eu obtiver esse quadro definido, eu não posso, sob pena de prevaricar, deixar de praticar meu ato de ofício”, completou.

Depois desta data, o procurador-geral afirmou que vai tirar férias no exterior e que voltará ao trabalho como procurador da República em Brasília.

Críticas

Janot também se defendeu de críticas de que os acordos de delação premiada seriam fruto de pressão sobre réus. Segundo ele, as prisões preventivas não são formas de obter colaborações.

“No total, 85% dos acordos foram feitos com réus livres. Só 15% foram fechados com réus presos ou com alguma restrição à sua liberdade de locomoção”, afirmou.

Ele acrescentou ainda que as delações não funcionam como provas em si, mas como meios para a obtenção de provas.

“Não pode haver condenação com base somente na delação – tem que haver prova”, justifica.

Diante de uma plateia composta por advogados, juízes e procuradores, Janot defendeu o uso de delações em investigações – instrumento que passou a fazer parte da Justiça brasileira em 2013.

“Uma investigação desse tamanho não chegaria onde chegou se não fosse esse poderoso instrumento que é a delação premiada”, disse, afirmando que a prática tem “óbvia inspiração no sistema americano”, onde as delações premiadas são usadas frequentemente.

Questionado por jornalistas, Janot não quis comentar a sentença do juiz Sérgio Moro contra o ex-presidente Lula, mas afirmou que “não existe prisão mais importante que a outra”.

O petista foi condenado a mais de nove anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: BBC Brasil

Globo vai transmitir votação da denúncia contra Temer na Câmara

em 15:03 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Globo vai transmitir votação da denúncia contra Temer na Câmara

A votação da denúncia contra Temer está prevista para o próximo dia 2 de agosto no plenário da Câmara dos Deputados

A votação da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) no plenário da Câmara dos Deputados, marcada para o dia 2 de agosto, uma quarta-feira, será transmitida ao vivo pela TV Globo. Assim como nas votações dos processos de impeachment dos ex-presidentes Fernando Collor, em 1992, e Dilma Rousseff, em 2016, a emissora fará a transmissão integralmente e sem interrupções. A informação foi publicada nesta segunda-feira (17) pela colunista Mônica Bergamo, do jornal ‘Folha de S. Paulo’.

Conforme definiu o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a sessão terá início às 9h e, caso reúna o quórum mínimo de 342 deputados para o início da votação, será concluída no mesmo dia. Se não houver o número necessário de presenças no plenário, a apreciação do relatório do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), contrário à aceitação da denúncia, será pautada para a próxima sessão e assim por diante.

Assim como nas votações dos impeachments de Collor e Dilma na Câmara, os votos serão nominais e abertos, ou seja, cada deputado deverá se dirigir ao microfone e dizer se concorda ou não com o relatório de Abi-Ackel.

O voto “sim” significará posição pelo arquivamento da denúncia, enquanto o “não”, pelo seguimento da acusação da Procuradoria-Geral da República (PGR)contra Temer por corrupção passiva ao Supremo Tribunal Federal (STF). Para que a denúncia seja encaminhada ao STF, são necessários 342 votos.

Com a transmissão ao vivo pela TV Globo, emissora de maior audiência no país, aumenta a pressão sobre os parlamentares, que deverão indicar em rede nacional e na véspera de um ano eleitoral se concordam ou não com a primeira denúncia por corrupção contra um presidente brasileiro.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Veja

Polícia Civil faz operação contra o ‘Baleia Azul’ em nove estados

em 15:00 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Polícia Civil faz operação contra o ‘Baleia Azul’ em nove estados

Polícia Civil do Rio prendeu jovem ‘curador’ na comunidade Nova Era, em Nova Iguaçu

Policiais civis fazem nesta terça-feira (18) uma operação para cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão contra suspeitos de envolvimento com o jogo Baleia Azul. Os mandados expedidos pela Justiça estão sendo cumpridos em 20 municípios de nove estados brasileiros, entre eles o Rio de Janeiro, segundo a ‘Agência Brasil’.

A operação, chamada Aquarius, está sendo coordenada pela Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática da Polícia Civil fluminense.

O jogo Baleia Azul é praticado em comunidades fechadas de redes sociais como Facebook e Whatsapp e instiga os participantes, em maioria adolescentes, a cumprirem 50 tarefas, sendo que a última delas é o suicídio.

Prisão de ‘curador’ do jogo

Na ação no Rio de Janeiro, Matheus Silva, de 23 anos, foi preso pelos agentes na favela Nova Era, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Ele confessou aos policiais que era um dos “curadores” do jogo, afirma reportagem do ‘G1′. .

Sob comando da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI), são 24 mandados de busca e apreensão no Amazonas, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe, além de um mandado de prisão a ser cumprido no Rio de Janeiro.

Às 8h50, os policiais já haviam apreendido telefones celulares e computadores em todos os estados onde a ação foi realizada. Os agentes vão avaliar o material apreendido, que vai ajudar a identificar os outros curadores do Baleia Azul. São 24 equipes de agentes em 20 município de todo o país, com pelo menos 3 agentes em cada. Assim, são pelo menos 72 policiais envolvidos.

“Esse rapaz que foi preso (no RJ), nós já tínhamos materialidade suficiente para pedir a prisão dele. Ele já confessou que era curador, que era influenciado 30 vítimas, mas temos nos autos cerca de 40 vítimas”, destacou a delegada-assistente Fernanda Fernandes.

Os mandados foram expedidos pelo juiz Alexandre Abrahão, da 1ª Vara Criminal, e o objetivo é identificar e prender supostos “curadores” do jogo, que chegou a causar ferimentos em vítimas no Rio e tem ligação suspeita com casos no Mato Grosso e na Paraíba. Algumas vítimas, ao tentarem deixar o jogo, são ameaçadas por essas pessoas.

Segundo os responsáveis pela investigação, o trabalho foi uma corrida contra o tempo para preservar a vida dos jovens envolvidos.

“Algumas vítimas estavam muito marcadas quando nós as encontramos”, explicou a delegada Daniela Terra.

Recomendações

As recomendações para as famílias são: monitorar o uso da internet, frequentar as redes sociais dos filhos, observar comportamentos estranhos e, sobretudo, conversar e conscientizar os adolescentes a respeito das consequências de práticas que nada têm de brincadeira. Atenção redobrada com os jovens que apresentem tendência a depressão, pois eles costumam ser especialmente atraídos por jogos como o da Baleia Azul.

Também as escolas devem colocar o assunto em pauta e incorporar no currículo, cada vez mais, a educação para a valorização da vida, o respeito pela vida dos outros e o uso consciente das mídias e tecnologias.

O ‘G1′ ouviu especialistas que dão dicas de como lidar com o tema:

1. Fique atento às mudanças de comportamento

Uma mudança brusca de comportamento pode ser sinal de que a criança ou o adolescente esteja sofrendo com algo que não saiba lidar, segundo Elizabeth dos Reis Sanada, doutora em psicologia escolar e docente no Instituto Singularidades.

“Isolamento, mudança no apetite, o fato de o adolescente passar muito tempo fechado no quarto ou usar roupas para se esquivar de mostrar o corpo são pistas de que sofre algo que não consegue falar”, destacou a especialista.

2. Compartilhe projetos de vida

Para entender se a criança ou adolescente está com problemas é fundamental que os pais se interessem por sua rotina. Elizabeth reforça que este deve ser um desejo genuíno, e não momentâneo por conta da repercussão do “Jogo da Baleia Azul”.

“Os pais devem conhecer a rotina dos filhos, entender o que fazem, conhecer os amigos”, afirma a Elizabeth. Ela lembra que muitos adolescentes “falam” abertamente sobre a falta de motivação de viver nas redes sociais. Aos pais cabe incentivar que os filhos tenham projetos para o futuro, tracem metas como uma viagem, por exemplo, e até algo mais simples, como definir a programação do fim de semana.

3. Abra espaço para diálogo

Filhos devem se sentir acolhidos no âmbito familiar, por isso, Elizabeth reforça que é necessário que os pais revertam suas expectativas em relação a eles. “É preciso que o adolescente se sinta à vontade para falar de suas frustrações e se sinta apoiado. Se ele tiver um espaço para dividir suas angústias e for escutado, tem um fator de proteção”.

Angela Bley, psicóloga coordenadora do instituto de psicologia do Hospital Pequeno Príncipe, diz que o adolescente com autoestima baixa, sem vínculo familiar fortalecido é mais vulnerável a cair neste tipo de armadilha.

“O que tem diálogo em casa, não é criticado o tempo todo, tem autoestima melhor, tem risco menor. Deixe que ele fale sobre o jogo, o que sente, é um momento de diálogo entre a família”, ressaltou a especialista.

Angela reforça que muitas vezes o adolescente não tem capacidade de discernir sobre todo o conteúdo ao qual é exposto. “Por isso é importante o diálogo franco. Não pode fingir que esse tipo de coisa não existe porque ele sabe que existe.”

4. Adolescentes devem buscar aliados

O adolescente precisa buscar as pessoas em que confia para compartilhar seus anseios, seja no ambiente escolar ou familiar, segundo as especialistas. “Que ele não ceda às ameaças de quem já está em contato com o jogo e entenda que quem está a frente deles são manipuladores”, conta Elizabeth.

5. Escolas podem criar iniciativas pela vida

Assim como a família, as escolas podem ajudar a identificar situações de risco entre os alunos. “Não é qualquer criança que vai responder ao chamado de um jogo como esse, são os que têm situações de vulnerabilidade. A escola ajuda a construir laços e tem papel fundamental de perceber como os alunos se desenvolvem”, afirma Elizabeth.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Agência Brasil e G1

Caso Odebrecht: Ex-presidente do Peru e esposa são presos; entenda

em 14:05 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Caso Odebrecht: Ex-presidente do Peru e esposa são presos; entenda

Humala e Nadine chegam ao Palácio de Justiça, em Lima

O ex-presidente do Peru Ollanta Humala e sua esposa Nadine Hereida ingressaram nesta quinta-feira (13) à noite na prisão do Palácio de Justiça, em Lima, em cumprimento a uma ordem de prisão preventiva por 18 meses ditada pelo juiz Richard Carhuancho. A informação é da agência ‘Télam’, reproduzida pela ‘Agência Brasil’.

Humala e Heredia chegaram à sede judicial em uma caminhonete da polícia, depois de apresentarem-se à Sala Penal Nacional, onde o magistrado aprovou o pedido da procuradoria peruana, que os investiga pelos presumíveis delitos de lavagem de dinheiro e associação ilícita para delinquir, decisão que o converteu no primeiro ex-governante da América Latina preso por sua relação com os casos de corrupção da empresa brasileira Odebrecht, segundo despachos das agências de notícias ‘EFE’ e ‘Reuters’.

Ao chegar ao Palácio da Justiça, Humala e Heredia vestiam coletes à prova de balas e foram conduzidos à prisão, onde esperaram até que seja designada uma prisão onde ficarão reclusos.

O juiz Richard Carhuancho pediu também a prisão para a esposa de Humala depois que um procurador acusou o casal de haver recebido 3 milhões de dólares da construtora Odebrecht para a campanha eleitoral que o levou à presidência do Peru em 2011, segundo declarações do ex-presidente da empresa, Marcelo Odebrecht, que está preso.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Agência Brasil

Jerusalém: Tiroteio perto da Cidade Velha mata palestinos e israelenses

em 14:04 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Jerusalém: Tiroteio perto da Cidade Velha mata palestinos e israelenses

Três palestinos e dois policiais israelenses morreram em um tiroteio perto da Porta dos Leões, uma das entradas da Cidade Velha de Jerusalém, nesta sexta-feira (14). a informação é do ‘G1′.

O porta-voz da polícia israelense, Micky Rosenfeld, afirmou que três homens armados, que ele identificou como terroristas, atiraram contra policiais, que revidaram, segundo a agência ‘Efe’.

“Os três terroristas estavam armados, foram baleados e acabaram morrendo. A polícia está investigando a identidade deles”, afirmou. Os agressores carregavam facas, uma pistola e duas metralhadoras Carl Gustav, uma arma fácil de fabricar e de substituir suas peças, disse o comunicado policial israelense.

O serviço de emergências Magen David Adom (MDA, Estrela Vermelha de David, equivalente à Cruz Vermelha) levou para um hospital dois baleados em estado grave, e uma pessoa ferida por estilhaços. Mais tarde, a morte de dois policiais foi confirmada, de acordo com a CNN e a agência France Presse.

O incidente aconteceu por volta das 7h20 (horário local, 1h20 de Brasília), na Jerusalém Oriental ocupada, depois que a área na cidade foi fechada, incluindo o Monte do Templo (ou Domo da Rocha como é chamada pelos árabes). Os muçulmanos não poderão ter acesso à Mesquita de Al-Aqsa para as tradicionais orações de sexta-feira.

O caso é parte de uma onda de violência, com início em outubro de 2015, onde morreram 265 palestinos – mais de dois terços deles ao realizar ataques ou supostos ataques, 46 israelenses e outras quatro pessoas de várias nacionalidades como vítimas dessas agressões.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: G1

Após polêmica, Detran faz campanha por sorrisão na CNH; entenda

em 14:02 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Após polêmica, Detran faz campanha por sorrisão na CNH; entenda

Polêmica segue após post feito por fotógrafo em MG sobre o assunto. Já a Polícia Federal não libera sorriso em passaportes

A polêmica sobre sorrir ou não ao tirar fotos para documentos continua tomando conta das redes e é uma dúvida comum de quem vai a unidades do Poupatempo em São Paulo para obter documentos. O tema voltou à tona após o fotógrafo de Minas Gerais Filipe Borges divulgar sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e contar que precisou insistir para poder sair sorrindo. A informação é do ‘G1′.

Em São Paulo, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) divulgou nesta semana um post no Twitter em que afirma que o sorriso está liberado. “Você pode sorrir pra foto da CNH sim”, diz o tweet. O órgão fez, inclusive, uma ilustração com imagem semelhante à do fotógrafo Filipe Borges.

Como não existe legislação dizendo se pode ou não sorrir na foto, a decisão cabe ao órgão responsável pela emissão do documento. A Polícia Federal, por exemplo, não permite sorrir em fotos de passaporte.

Insistência

A imagem do documento, que viralizou na internet, foi resultado de muita insistência. “No dia 27 de junho eu fui a uma clínica aqui em Sete Lagoas (MG) fazer um exame para renovar a carteira. Aí, quando eu fui tirar a foto, sorri. A moça disse que não podia tirar sorrindo. Foi aí que eu argumentei, ‘qual é o problema de tirar sorrindo?’”, conta Filipe Borges.

Segundo o fotógrafo, a atendente disse que a razão seria facilitar a identificação no caso de uma eventual investigação da polícia. Filipe contestou a justificativa dizendo que as pessoas tinham o costume de ser fotografadas sérias porque o processo de registro era lento e sorrir poderia borrar a foto.

Ainda de acordo com Filipe, a atendente disse que ele deveria assinar um termo de próprio punho se responsabilizando pelo “sorriso”. “O legal é que quando eu saí do exame, a moça veio me dizer que tinha ligado pro Detran e o pessoal falou que eu poderia tirar a foto do jeito que eu quisesse”, contou.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: G1

Cunha entrega anexos e disputa ‘vaga’ de delação com doleiro; entenda

em 13:57 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Cunha entrega anexos e disputa ‘vaga’ de delação com doleiro; entenda

Investigadores envolvidos nas negociações da delação garantem: “Por essa porta só vai passar um”

O ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) entregou na quinta-feira (13) à noite os anexos de sua proposta de delação premiada. Isso não quer dizer, entretanto, que ele esteja perto de assinar um acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR). O material ainda está sendo analisado, mas a expectativa dos investigadores, surpreendentemente, não é das mais otimistas.

Cunha e seu ex-sócio Lúcio Funaro buscam meios para sair da cadeia já há algum tempo, mas só recentemente demonstraram de forma concreta a intenção de confessar seus crimes e delatar comparsas. Apenas um deles dois, entretanto, poderá se tornar colaborador da Justiça. Investigadores envolvidos nas negociações da delação garantem: “Por essa porta só vai passar um”.

As delações de ambos têm como pano de fundo a segunda denúncia que a PGR apresentará contra Michel Temer. Prevista para ser encaminhada em agosto ao Supremo Tribunal Federal (STF), a peça acusa Temer de ter obstruído investigações ao ter dado sua anuência pessoal à compra do silêncio de Cunha e Funaro.

Preso desde outubro do ano passado em Curitiba, Eduardo Cunha agora aguarda um posicionamento do grupo de trabalho da Lava Jato na PGR. Funaro – há um ano na cadeia – foi transferido recentemente da Penitenciária da Papuda para a carceragem da Polícia Federal em Brasília. O objetivo: delatar.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Valor

Doleiro diz que entregou malas de dinheiro nas mãos de Geddel

em 13:45 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Doleiro diz que entregou malas de dinheiro nas mãos de Geddel

Informações foram dadas em depoimento à Polícia Federal, no último dia 7, pelo delator e doleiro Lúcio Funado

O ex-ministro Geddel Vieira Lima, que desde essa quinta-feira (13) cumpre prisão domiciliar, foi citado pelo doleiro Lúcio Funado, em depoimento à Polícia Federal, no último dia 7. Funaro está preso e é acusado, junto com o ex-deputado Eduardo Cunha, de fraudes no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FI-FGTS).

Segundo o doleiro, várias viagens foram feitas no avião dele, ou em voos fretados, para que malas cheias de dinheiro fossem entregues nas mãos de Geddel, no hangar Aerostar, localizado no aeroporto de Salvador (BA).

“O declarante (Funaro) [diz que] fez várias viagens em seu avião ou em voos fretados para entregar malas de dinheiro para Geddel Vieira Lima , que essas entregas era feitas na sala vip do hangar Aerostar, localizado no aeroporto de Salvador, Bahia, diretamente nas mãos de Geddel”, diz trecho do depoimento, segundo o portal ‘G1′.

A defesa de Geddel negou a informação e disse que o cliente está à disposição da Justiça para prestar esclarecimentos. “Ele (Funaro) diz que deu a mando da JBS, mas, em depoimento, Joesley Batista já disse que não houve nenhum pagamento de propina a Geddel”, disse o advogado do ex-ministro, Gamil Foppel.

O doleiro está negociando com o Ministério Público uma delação premiada. A expectativa é de que ele entregue documentos que comprovem essas viagens, conforme outro trecho do depoimento.

“(Funaro) pretende entregar alguns documentos sobre essas viagens como elemento de corroboração em anexos de sua colaboração; que realmente, em duas viagens, que fez, uma para Trancoso (BA) e outra para Barra de São Miguel (BA), o declarante fez paradas rápidas em Salvador (BA) para entregar malas ou sacolas de dinheiro para Geddel Vieira Lima”.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Notícias ao Minuto

Temer vence na CCJ e votação de denúncia na Câmara será em agosto

em 13:43 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Temer vence na CCJ e votação de denúncia na Câmara será em agosto

A votação da denúncia contra o presidente Michel Temer no plenário da Câmara dos Deputados será realizada no dia 2 de agosto, anunciou na noite desta quinta-feira (13) o presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), após se reunir com líderes partidários. A informação é da ‘Reuters’.

“Ouvidos todos os líderes e por decisão deles, houve acordo na data, tanto nos partidos da base quanto nos de oposição, no dia 2 de agosto”, disse Maia a jornalistas, após reunião com líderes.

“Se tentou um acordo em um rito diferente do regimental, não teve acordo, então nós vamos no dia 2 de agosto às 9 da manhã começar a votação”, acrescentou.

Nesta quinta-feira, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou parecer contrário à denúncia de corrupção contra o presidente, feita pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Mais cedo, Maia definiu que o quórum mínimo para realizar a votação no plenário seria de 342 deputados e justificou dizendo que era uma decisão da Secretaria-Geral da Mesa da Câmara.

São necessários os votos de 342 deputados favoráveis à denúncia para autorizar o Supremo Tribunal Federal (STF) a decidir se aceita ou não a acusação e se torna Temer réu, o que obrigaria seu afastamento da Presidência por até 180 dias.

O quórum mínimo foi o que criou o impasse entre governo e oposição.

Oficialmente, o governo diz não ter pressa na votação e que a responsabilidade de garantir o quórum é de quem deseja que a denúncia seja julgada pelo STF.

“O problema de quorum não é nosso, é de quem quer receber a denúncia… pode ser agora ou pode ser agosto”, disse o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, nesta manhã.

Mas uma fonte palaciana disse à ‘Reuters’ que o governo queria votar na sexta-feira (14), embora reconhecesse ter dificuldades para garantir sozinho o quorum necessário.

“É evidente que o ideal era resolver isso agora”, disse a fonte, acrescentando que o governo ainda tentava negociar com Maia baixar o quorum para abertura da votação de 342 para 257.

“Com essa posição dele fica muito difícil. O governo tem os votos para barrar a denúncia. A oposição não tem os votos, mas está fazendo o movimento de esvaziar. Não ganha e nem deixa ganhar”, disse a fonte.

Maia disse após a reunião com líderes que, pessoalmente, preferia que o plenário da Câmara votasse a denúncia na segunda-feira, mas que um acordo neste sentido não foi possível.

“Eu estava disposto a votar na segunda-feira, mas tanto a oposição como a base preferiram o dia 2 de agosto”, disse Maia. “Espero que no dia 2 de agosto à noite a gente possa ter esse assunto encerrado”.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Reuters

Imprensa internacional repercute condenação do ex-presidente Lula

em 12:12 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Imprensa internacional repercute condenação do ex-presidente Lula

Capa do site do jornal argentino ‘El Clarín’ dá destaque à condenação do ex-presidente Lula

A condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em uma ação penal que envolve o caso do triplex em Guarujá está repercutindo na imprensa internacional. O ex-presidente da República foi condenado a nove anos e seis meses pelo juiz Sérgio Moro.

O jornal argentino ‘El Clarín’, que dá destaque para a notícia na capa de seu site, lembra que esta é a primeira condenação a um político do PT no âmbito da Operação Lava Jato e que a sentença deve ser confirmada em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal.

A rede britânica ‘BBC’ também repercute a condenação de Lula, e lembra que o ex-presidente rejeita as acusações e diz que o julgamento tem motivação política.

Jornal espanhol 'El País' também repercute condenação de Lula na Lava Jato

Jornal espanhol ‘El País’ também repercute condenação de Lula na Lava Jato

O jornal espanhol ‘El País’ diz que “o caso Petrobras fez sua maior vítima nos três anos que leva debulhando a corrupção nas elites brasileiras”. Ao dizer que Lula foi condenado a 9 anos e seis meses, afirma que se trata “do ex-presidente mais popular do país”.

O francês ‘Le Figaro’ também repercute a condenação e se refere a Lula como “um ícone da esquerda” no Brasil.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: G1

CLOSE
CLOSE