Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 17/07/2014 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

Avião é abatido por míssil com 295 pessoas na Ucrânia, diz autoridade

aviaoUcrania

Imagem de onde seria o local da queda do avião

Um avião da Malaysia Airlines e KLM Royal Dutch Airlines que ia de Amsterdã para Kuala Lumpur caiu no Leste da Ucrânia perto da fronteira russa nesta quinta-feira (17), de acordo com a agência de notícias russa Interfax. Segundo o Ministério do Interior ucraniano o voo MH17 foi, provavelmente, abatido por um míssil Buk terra-ar e declarou que não há sobreviventes. O Boeing 777 saiu de Amsterdã às 12h14 (horário local) com 295 pessoas a bordo, 280 passageiros e 15 tripulantes.

“Antes de entrar no espaço aéreo da Rússia, o avião começou a cair e foi, posteriormente, encontrado em chamas em solo ucraniano”, informou uma fonte.

Tanto o governo russo como os separatistas ucranianos negaram envolvimento na queda do avião. A Rússia e a Ucrânia possuem mísseis Buk, e funcionários do Ministério da Defesa e da Segurança Nacional ucraniano informaram que os rebeldes também têm tal armamento.

O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko determinou a criação de uma comissão para investigar o acidente.

Este é o terceiro incidente trágico nos últimos dias depois de um aeronaves militares ucranianas An-26 e SU-25 jatos foram derrubados a partir do território russo. Nós não descartam que este avião também foi derrubado e ressaltamos que o Exército não tomou nenhuma ação para destruir alvos no ar — afirmou Poroshenko.

A Malysia Airlines, até o momento confirmou apenas que a aeronave desapareceu dos radares. Uma fonte não identificada das forças de segurança ucranianas, citada pela Interfax, disse que o avião desapareceu do radar a uma altura de 10.000 metros e que equipes de resgates estavam se encaminhando ao local.

Segundo o militar Dmitry Tymchuk, o avião da Malaysia Airlines caiu perto da cidade Shajtarsk, na região de Donetsk, a 60 quilômetros da fronteira russa. A área é controlada por separatistas pró-Rússia, que estão lutando contra o exército ucraniano.

Testemunhas da cidade de Torez, na região de Donetsk, contaram à agência RIA Novosti que os destroços de avião e os corpos foram localizados nas proximidades. Um vídeo publicado na internet nesta quinta-feira mostra fumaças que seriam da aeronave após a queda.

Companhias aéreas da Malásia confirmaram o acidente e afirmaram que vão lançar um comunicado em breve. O acidente vem apenas meses depois do voo MH370 da Malaysia Airlines desaparecer em 8 de março.

Deixe seu comentário no Comerj.

Fonte: O Globo

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *