Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 12/08/2014 em Brasil e Mundo, Notícias | Nenhum comentário

‘Anão diplomático’: presidente de Israel pede desculpas ao Brasil

dtqReuven-Rivlin-Cafetorah

Reuven Rivlin, novo presidente de Israel, ligou para presidente Dilma Rousseff e se desculpou pelas palavras do porta-voz do Ministério das Relações Exteriores israelense

O Palácio do Planalto informou que o recém-eleito presidente de Israel, Reuven Rivlin, ligou nesta segunda-feira (11) para a presidente Dilma Rousseff e pediu desculpas pelas declarações do porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Yigal Palmor. Após o governo brasileiro divulgar nota condenando os ataques de Israel à Faixa de Gaza, o porta-voz declarou que o Brasil era um “anão diplomático” e ainda fez ironia com a derrota de 7 a 1 para a Alemanha durante a Copa do Mundo.

Segundo nota divulgada pela presidência da República, Reuven Rivlin disse que “as expressões usadas por esse funcionário não correspondem aos sentimentos da população de seu país em relação ao Brasil”. Durante a conversa, Dilma lembrou dos laços entre os dois países para demonstrar que não há crise na relação entre Brasil e Israel.

O presidente eleito de Israel argumentou que, em relação à Faixa de Gaza, seu país apenas realiza operações para se defender dos ataques de mísseis. “A presidenta Dilma afirmou que o governo brasileiro condenará e condena ataques a Israel, mas que condena, igualmente, o uso desproporcional da força em Gaza, que levou à morte centenas de civis, especialmente mulheres e crianças. Reiterou a posição histórica do Brasil em todos os foros internacionais de defesa da coexistência entre Israel e Palestina, como dois Estados soberanos, viáveis economicamente e, sobretudo, seguros”, diz a nota do Planalto.

Dilma ainda defendeu a manutenção do cessar fogo entre as duas partes e, segundo a nota, “enfatizou que a crise atual não poderá servir de pretexto para qualquer manifestação de caráter racista, seja em relação aos israelenses, seja em relação aos palestinos”.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: O Globo

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *