Menu Páginas
TwitterFacebook

COMERJ - Conselho dos Ministros do Estado do Rio de Janeiro

Menu Categorias

Publicado por no dia 13/12/2016 em Gospel, Notícias | Nenhum comentário

‘Aliá’: Em 2016, Israel recebeu número record de judeus brasileiros

dtq-judeus

O jornal ‘Times of Israel’ deu destaque ao número recorde de judeus brasileiros imigrando para o Estado judeu. A imigração para Israel, ou ‘aliá’ (palavra hebraica que significa “subir”), a partir do Brasil mais do que dobrou nos últimos anos, de 191 em 2011 para mais de 700 este ano. Para efeitos de comparação, o crescimento médio da aliá da América Latina, no mesmo período, foi de apenas 7%.

Agora a ‘Folha de S. Paulo’ mostra que a motivação deles não é o antissemitismo enfrentado por judeus em muitos outros países, mas a opção de escaparem da crise atual e, sobretudo, da violência urbana.

A Agência Judaica, órgão ligado ao governo israelense que atua como facilitadora do processo de emigração, indica que até o final de 2016 cerca de 700 judeus brasileiros terão se mudado para Israel.

Esse é um número recorde, sendo mais do que o triplo da média anual. A ‘Revital Poleg’, representante da Agência Judaica no Brasil, explica que entre os principais fatores estão a questão religiosa e o desejo de oferecer uma vida melhor para suas famílias.

“Acho que muitos tinham essa ideia e a situação econômica apenas os empurrou a tomar essa decisão”, acredita Poleg. Contudo, muitos compreendem que existe uma motivação espiritual para que os judeus voltem para sua terra, relatadas nas profecias de Isaías (11:11-12) e Ezequiel (11:17)

Mês passado, o empresário David Zeitouni, saiu com a esposa e o filho de 10 anos de Campinas, em São Paulo, para viver em Ashdod, a 30 km de Tel Aviv. “A situação política chegou num ponto que não dava mais para aguentar tanta patifaria”, desabafa.

O governo de Israel oferece aos novos cidadãos israelense uma ajuda que inclui curso de hebraico e seis meses de assistência médica gratuita.

Cumprimento profético

Nos últimos anos, o número de judeus que fazem a aliá está aumentando significativa. Seja por causa do antissemitismo na Europa ou para fugir de conflitos armados.

No ano passado, o maior índice foi imigrantes originários da Ucrânia (26%) e da França (25%). A grande surpresa foi a aliá de 9.000 etíopes. Segundo a tradição, os judeus vivem na Etiópia há 3.000 anos, desde a época do reinado de Salomão.

Até hoje, mais de 15 mil judeus brasileiros já emigraram para Israel.

Para os estudiosos de profecias, é significativo que esses números aumentem tanto num ano em que os rabinos vem falando repetidas vezes que a chegada do Messias se aproxima. O rabino Chaim Kanievsky, uma das maiores autoridades do judaísmo ultra ortodoxo, tem pedido que todos os judeus voltem para Israel o mais rápido possível. O entendimento é que essa é uma ação espiritual que marca a vinda do Messias judeu.

Deixe o seu comentário no Comerj.

Fonte: Gospel Prime0,

 

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CLOSE
CLOSE